Renovação das Matrículas 2020/2021

Devolução de manuais escolares atribuídos em 2019-2020, aos alunos do 6 e 9º anos

Devolução dos dispositivos informáticos

Devolução das cauções dos cacifos

Campeonato SuperTmatiK Edição Especial #StayHome 2020 

Mesmo em tempo de confinamento social o nosso aluno Tiago Gaspar do 5º G não ficou de braços cruzados e participou no Campeonato SuperTmatiK Edição Especial #StayHome 2020 e ficou num honroso sétimo lugar num total de 480 participantes.Parabéns Tiago! 

Provas de Equivalência a Frequência 2020

Informações-Prova 4º ano

Informações-Prova 9º ano

A partir do próximo dia 04 de maio o Portal das Matrículas estará disponível para que Encarregados de Educação e Serviços Escolares registem pedidos de matricula para o ano letivo 2020/2021.

Foram introduzidas na aplicação melhorias significativas de modo a permitir que:

  • O Encarregado de Educação efetue na aplicação todos os procedimentos de matricula e renovação de matricula, assegurando que são recolhidos os dados necessários ao cumprimento rigoroso de critérios de seriação e à criação, ou consolidação do registo biográfico do/a aluno/a no estabelecimento de educação e ensino em que vier a ser colocado;
  • A aplicação obtenha por consulta eletrónica nos sistemas da Segurança Social, o escalão de abono de família, faça prova escolar junto desta entidade e envie automaticamente os dados necessários à obtenção de títulos de transporte para as autarquias aderentes, com consentimento prévio do Encarregado de Educação;
  • Possam ser submetidos no Portal todos os processos de renovação de matrícula e não apenas os que se referem aos anos de transição de ciclo. Como refere o Despacho Normativo nº 5/2020 de 21 de abril de 2020, a renovação é efetuada de forma eletrónica no Portal das Matrículas e não em qualquer outro sistema;
  • No caso de serem os serviços escolares a proceder ao registo eletrónico da matricula ou renovação, o seu trabalho seja facilitado pelo acesso a um conjunto de dados pré-preenchidos com informação disponível na MISI, no E360 e no Portal das Matriculas no ano letivo 2019/2020, sendo apenas necessário atualizar, ou preencher a informação desatualizada ou em falta e recolher junto do Encarregado de Educação os consentimentos necessários.


De modo a facilitar a recolha desses consentimentos disponibilizamos aqui uma minuta para que seja remetida ao Encarregado de Educação e aguardar que este a devolva devidamente preenchida, nos casos em que não tenha possibilidade de proceder autonomamente ao registo de matrícula online.

SUGESTÃO IMPORTANTE: Sugerimos, em prol da simplificação administrativa e processual, que se incentive os Encarregados de Educação a efetuarem os próprios pedidos de matrícula e/ou renovação de matrícula online. Desta forma, os serviços escolares ficarão, sempre, com os dados devidamente atualizados e validados. Este tema assume especial importância dada a situação pandémica atual. Ao fomentar o uso online, os serviços escolares terão maior disponibilidade para apoiar os Encarregados de Educação que não possuam meios informáticos e/ou não o consigam autonomamente preencher e submeter o seu processo de matrícula ou renovação de matrícula. Relativamente a estes casos de preenchimento presencial dos pedidos de matrícula e renovação de matrícula devem as escolas informar previamente os Encarregados de Educação quanto aos requisitos que tenham definido para o atendimento presencial.

No final do processo o Encarregado de Educação receberá um comprovativo e os serviços escolares poderão exportar e importar para o seu programa de Gestão de Alunos um ficheiro XML com todos os elementos constantes no Portal das Matrículas. Os agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas que utilizam o Escola 360º não necessitarão de fazer esta exportação/importação uma vez que os sistemas estão interligados.

Trata-se de uma melhoria significativa de forma a possibilitar, num ato único, a recolha de todos os elementos identificativos e informativos que, até agora, eram solicitados várias vezes e em diversos momentos - no decurso do ano letivo - aos encarregados de educação.

Partilhamos convosco aquele que será o texto inicial do Portal das Matrículas (caixa abaixo), bem como uma hiperligação informativa sobre o mesmo: https://pmat.dgeec.mec.pt/

Promova a segurança. Promova o Portal das Matrículas.

Bem-vindo ao Portal das Matrículas, um serviço do Ministério da Educação que permite efetuar pedidos de matrícula, renovação de matrícula e pedidos de transferência de escola na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário em estabelecimentos de ensino públicos do Ministério da Educação, privados e IPSS ou equiparados.

Se é Encarregado de Educação a matrícula do seu educando deve ser realizada, preferencialmente, nesta aplicação que lhe permite, mediante consentimento prévio, fornecer toda a informação e documentação necessária à instrução do processo de matrícula.

A presente aplicação permite realizar a primeira matrícula na educação pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico, o registo de renovação de matrícula e o pedido de transferência de escola dos alunos na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário nas várias modalidades de ensino destinadas a jovens.

Para matrícula na modalidade de ensino artístico especializado, deve o encarregado de educação estar na posse de uma declaração de vaga, a solicitar no estabelecimento de educação e ensino da modalidade de ensino artístico especializado que o seu educando pretende frequentar, a qual vai ser solicitada no preenchimento do pedido de matrícula.

Para a matrícula de alunos provenientes do estrangeiro e matrículas de alunos que frequentaram em Portugal planos de estudos estrangeiros e para os quais seja necessário um processo de equivalência, após a submissão do processo de matrícula deve ser contactado o estabelecimento de educação e ensino de 1ª preferência para que se proceda ao pedido de equivalência.

Para matrículas para os ensinos básico ou secundário recorrente ou para outras ofertas educativas e formativas destinadas a adultos devem ser contactados os estabelecimentos de educação e ensino respetivos.

Para mais detalhes relativos aos procedimentos de matrícula ano letivo 2020/2021 consulte as perguntas frequentes da Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares (DGEstE).

Para utilizar este serviço o Encarregado de Educação pode recorrer a uma das seguintes formas de autenticação:

i. Credenciais de acesso ao Portal das Finanças

ii. Cartão de Cidadão - Para a autenticação com recurso ao Cartão de Cidadão é necessário o Cartão de Cidadão e o respetivo PIN de autenticação, um leitor de cartões ligado a um computador com acesso à Internet e ter instalado no computador o plugin Autenticação.Gov (disponível em: https://autenticacao.gov.pt/fa/ajuda/autenticacaogovpt.aspx)

iii. Chave Móvel Digital - Para a autenticação com recurso à Chave Móvel Digital é necessário que previamente tenha sido efetuado um pedido de Chave. Poderá consultar a informação referente ao pedido de Chave Móvel Digital e ao processo de autenticação em https://www.autenticacao.gov.pt/a-chave-movel-digital

Os registos de primeira matrícula, renovações de matrícula e pedidos de transferência de escola para a educação pré-escolar e matrícula no 1º ano do 1º ciclo do ensino básico decorrem de 04 de maio a 30 de junho.

Os registos de matrícula nos outros anos iniciais de ciclo 5º, 7º e 10º anos de escolaridade, as renovações de matrícula e os pedidos de transferência de escola nos 1º, 2º, 3º ciclos do ensino básico e ensino secundário decorrem a partir de 26 de junho.

Mês de Abril - Prevenção dos Maus-Tratos na Infância

"No âmbito das medidas extraordinárias e de carácter urgente de resposta à situação epidemiológica do novo coronavírus, elencadas no Decreto-Lei n.º 10-A/2020 e onde se inclui a suspensão de atividades letivas e não letivas presenciais, e tendo sido decretado o estado de alerta em todo o país com a colocação dos meios de proteção civil e das forças e serviços de segurança em prontidão, foram aprovadas regras específicas para auxílio aos Trabalhadores de Serviços Especiais.

Na eventualidade de os profissionais de saúde, das forças e serviços de segurança e de socorro - incluindo os bombeiros voluntários, e das forças armadas, os trabalhadores dos serviços públicos essenciais, de gestão e manutenção de infraestruturas essenciais, bem como outros serviços essenciais - serem mobilizados para o serviço ou prontidão, impedindo assim que prestem assistência aos seus filhos ou outros dependentes, é identificada pelo menos uma escola de cada agrupamento de ensino (ou a escola não agrupada) que deverá acolher os seus filhos ou outros dependentes.

Os encarregados de educação dos alunos em causa deverão realizar inscrição junto da Direção do Agrupamento de Escolas Agrupamento de Escolas de Matosinhos 

tel: 229383170 

 email: direcao@aematosinhos.ccems.pt

Todas as refeições adquiridas para os dias em que não vão haver actividades letivas estão a ser desmarcadas e o dinheiro pago pelas mesmas a ser depositado no cartão do aluno.

Exmos. Senhoras/es Diretoras/es e Presidentes de CAP de AE e ENA,  

"...O fornecimento de refeições escolares aos alunos com escalão A da ASE deve ser garantido, devendo cada escola, em conjunto com as autarquias e os prestadores de serviço, encontrar a forma mais eficaz e segura de assegurar a refeição..."  

Os Encarregados de Educação dos alunos do escalão A, que pretenderem usufruir deste serviço, deverão entrar em contato com a Escola-sede através do nº 229383170 ou e-mail: domingosazevedo@aematosinhos.ccems.pt 

O Orçamento Participativo das Escolas (OPE) permite aos estudantes do 3.º ciclo do ensino básico decidir o que querem melhorar na escola. Para isso, precisam de ter uma ideia, reunir apoio e, claro, conseguir os votos dos colegas!

Está já a decorrer a 4ª edição deste projeto, que, nas edições anteriores, permitiu à nossa escola adquirir 1 computador para a biblioteca da escola (2017), uma aparelhagem para o polivalente (2018) e 9 bancos de jardim (2019).

As propostas devem ser apresentadas até ao final de fevereiro.

Em breve será publicado o regulamento do OPE para a Escola Básica de Matosinhos. 

Fica atento e participa!Mais informações em www.opescolas.pt. 

Aviso de abertura do procedimento concursal de regularização extraordinária de vínculos precários destinado a Técnicos Superiores

Abertura de procedimento concursal comum, com carácter de urgência, destinado ao preenchimento de quatro postos de trabalho no Agrupamento de Escolas de Matosinhos na modalidade de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, restrito a candidatos abrangidos pelo programa de regularização extraordinária de vínculos precários (PREVPAP)

  • Nos termos do disposto nos artigos 9.º e 10.º da Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro, torna-se público que por despacho da Diretora do Agrupamento de Escolas de Matosinhos de16 de janeiro de 2020 no uso das competências que lhe foram delegadas pelo Despacho n.º 9348/2019 proferido em 10 de outubro de 2019, publicado em 16 de outubro de 2019 no Diário da República, 2.ª série, n.º 199 da Diretora-Geral da Administração Escolar, encontra-se aberto, pelo prazo de 10 dias úteis a contar da publicação do presente aviso, na Bolsa de Emprego Público (BEP), procedimento concursal comum para a constituição de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado para o preenchimento de quatro postos de trabalho do Agrupamento de Escolas de Matosinhos, na categoria de técnico superior, da carreira de técnico superior.
  • Legislação aplicável: Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro (PREVPAP); Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP), aprovada pela Lei n.º 35/2014, de 20 de junho; Portaria n.º 125A/2019, de 30 de abril e Código do Procedimento Administrativo.
  • Local de Trabalho: Agrupamento de Escolas de Matosinhos, Escola sede sita na rua Augusto Gomes s/n.º, 4450-053, Matosinhos.
  • O procedimento concursal destina-se à ocupação de quatro postos de trabalho na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, nos termos constantes do artigo 40.º e seguintes da LTFP.
  • Fundamentos para a abertura do procedimento concursal comum: o presente procedimento concursal é aberto no âmbito do PREVPAP, para regularização das situações de trabalho precário previstas no artigo 3.º da Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro.
  • Caracterização dos postos de trabalho: Os postos de trabalho a ocupar caracterizam-se pelo exercício de funções correspondentes à categoria de técnico superior, tal como descrito no Anexo referido no n.º 2 do artigo 88.º da LTFP, e de acordo com as atividades inerentes às de técnico superior (generalista), de acordo designadamente com o seguinte perfil de competências:

a) Funções consultivas, de estudo, planeamento, programação, avaliação e aplicação de métodos e processos de natureza técnica e ou científica, que fundamentam e preparam a decisão.

  • Elaboração, autonomamente ou em grupo, de pareceres e projetos, com diversos graus de complexidade, e execução de outras atividades de apoio geral ou especializado nas áreas de atuação comuns, instrumentais e operativas dos órgãos e serviços.
  • Funções exercidas com responsabilidade e autonomia técnica, ainda que com enquadramento superior qualificado.

d) Representação do órgão ou serviço em assuntos da sua especialidade, tomando opções de índole técnica, enquadradas por diretivas ou orientações superiores.

  • Habilitações literárias exigidas: Ser detentor de Licenciatura, grau de complexidade 3, de acordo com o previsto na alínea c) do n.º 1 do artigo 86.º da LTFP.
  • Posição remuneratória: 2.º nível remuneratório da tabela remuneratória única (EUR:1201,48).
  • Requisitos de admissão relativos ao trabalhador:
  • Exerça ou tenha exercido funções que correspondam ao conteúdo funcional da carreira/categoria de técnico superior, sem o vínculo jurídico adequado, reconhecido nos termos do artigo 3.º da Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro.
  • Ser detentor dos requisitos cumulativos, enunciados no artigo 17.º da LTFP:
  • Nacionalidade Portuguesa, quando não dispensada pela Constituição, convenção internacional ou lei especial;
  • 18 anos de idade completos;
  • Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe a desempenhar;
  • Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções;
  • Cumprimento das leis de vacinação obrigatória;
  • Possuir as habilitações literárias constantes do ponto 7 do presente aviso.
  • No presente procedimento concursal não existe a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissionais, nos termos do n.º 2 do artigo 8.º da Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro.
  • Forma e prazo de apresentação das candidaturas:
  • Prazo: 10 dias úteis a contar da data da publicação do presente aviso na Bolsa de Emprego Público e na página eletrónica do Agrupamento de Escolas de Matosinhos.
  • Forma: As candidaturas deverão ser submetidas, obrigatoriamente, mediante preenchimento de formulário próprio disponibilizado eletronicamente no Sistema Interativo de Gestão de Recursos Humanos da Educação - SIGRHE > Situação Profissional > PND - Procedimentos concursais > Formulário de Candidatura no portal da Direção Geral da Administração Escolar (www.dgae.mec.pt) e formalizadas através da entrega, nas instalações do Agrupamento de Escolas de Matosinhos ou enviadas pelo correio, para a morada identificada no n.º 3 do presente Aviso, em carta registada com Aviso de receção, dirigidas à Diretora do Agrupamento de Escolas de Matosinhos ou remetidas por via eletrónica para o endereço de email: elisabeteferreira@aematosinhos.ccems.pt, até às 24h00 horas do último dia do prazo para apresentação das candidaturas, dos seguintes documentos:
  • Fotocópia do Certificado de Habilitações;
  • Fotocópia dos Certificados ou comprovativos de ações de formação realizadas com relevância para o posto de trabalho objeto de candidatura;
  • Curriculum Vitae;
  • Certificado do registo criminal, de acordo com o artigo 2.º da Lei n.º 113/2009, de 17 de setembro;
  • Declaração emitida pelo serviço onde o candidato se encontra a exercer ou tenha exercido funções, devidamente atualizada e autenticada, onde conste, de forma inequívoca, a categoria com descrição detalhada das funções, atividades, atribuições e competências inerentes ao posto de trabalho ocupado pelo candidato, devendo a mesma ser complementada com informação referente às menções qualitativas e quantitativas obtidas na avaliação do desempenho dos últimos três anos, se aplicável.

10.3. Nos termos do disposto no n.º 8 do artigo 20.º da Portaria n.º 125-A/2019, de 30 de abril, a não apresentação dos documentos atrás referidos determina a exclusão dos candidatos.

  • Assiste ao júri a faculdade de exigir aos candidatos, em caso de dúvida, a apresentação de documentos comprovativos das suas declarações.
  • Métodos de Seleção: O método de seleção a utilizar será a avaliação curricular.
  • A avaliação curricular (AC) visa avaliar a qualificação dos candidatos, designadamente a habilitação académica, percurso profissional, relevância da experiência adquirida e da formação realizada, tipo de funções exercidas e a avaliação de desempenho obtida. Para tal, serão considerados e ponderados os elementos de maior relevância para o posto de trabalho, nomeadamente: as habilitações académicas, a formação profissional, a experiência profissional e o tempo de desempenho no período anterior, no exercício de funções caracterizadas do posto de trabalho a preencher. Será expressa numa escala de 0 a 20 valores, com valoração às centésimas, sendo a classificação obtida através da média aritmética ponderada das classificações dos elementos a avaliar.
  • A publicação dos resultados obtidos na avaliação curricular é afixada em local visível e público nas instalações deste agrupamento de escolas de Matosinhos e na sua página eletrónica.
  • A classificação final (CF) dos candidatos expressa-se numa escala de 0 a 20 valores, com valoração às centésimas, em resultado da classificação quantitativa obtida no método de seleção com a seguinte ponderação:

CF = 100% (AC)

  • São motivos de exclusão do presente procedimento:
  • O incumprimento dos requisitos mencionados neste aviso, sem prejuízo dos demais legais ou regularmente previstos;
  • Obtenção de uma valoração inferior a 9,5 valores na avaliação curricular;
  • A obtenção de uma valoração final inferior a 9,5 valores, na aplicação dos métodos de seleção ou em resultado do emprego da fórmula do ponto 12.3 do presente aviso.
  • Haverá lugar à audiência de interessados, nos termos do Código do Procedimento Administrativo, após a aplicação de todos os métodos de seleção e antes de ser proferida a decisão final. Os candidatos excluídos serão notificados por uma das formas previstas no artigo 10.º da Portaria n.º 125-A/2019, de 30 de abril, mas preferencialmente, por correio eletrónico, nos termos dos n. os 7 e 8 do artigo 10.º da Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro. As alegações a proferir pelos mesmos devem ser feitas em formulário próprio, aprovado pelo Despacho n.º 11 321/2009, de 8 de maio, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 89, de 8 de maio, disponibilizado no endereço eletrónico da Direção-Geral da Administração e Emprego Público (DGAEP), em www.dgaep.gov.pt, podendo ser obtido na página eletrónica ou junto dos serviços administrativos do Agrupamento de Escolas de Matosinhos.
  • Nos termos do n.º 6 do artigo 11.º da Portaria n.º 125-A/2019, de 30 de abril, os parâmetros de avaliação e respetiva ponderação do método a utilizar, a grelha classificativa e o sistema de valoração final do método constam das atas das reuniões do júri do procedimento, as quais são publicitadas no sítio da Internet da entidade.
  • A ordenação final dos candidatos admitidos que completem o procedimento concursal é efetuada de acordo com a escala classificativa de 0 a 20 valores, com valoração às centésimas em resultado da classificação quantitativa obtida no método de seleção.
  • Critérios de desempate: Em caso de igualdade de valoração, os critérios de desempate a adotar são os constantes do artigo 27.º da Portaria n.º 125-A/2019, de 30 de abril.
  • O Procedimento concursal tem caráter urgente, prevalecendo as funções próprias do júri sobre quaisquer outras.
  • Composição e identificação do júri

Presidente: Paulo Relvas Rebelo, Adjunto da Diretora;

Vogais efectivos: Domingos Azevedo, Subdiretor;

Emília Manuela Duarte, Adjunta da Diretora

Vogais suplentes: Pedro Maravilha, Presidente do Conselho Geral;

Fernanda Moedas, Psicóloga.

  • O presidente de júri será substituído nas suas faltas e impedimentos por um dos vogais efetivos.
  • A lista unitária de ordenação final dos candidatos, após homologação da Diretora do Agrupamento de Escolas de Matosinhos, é publicada na BEP; afixada em local público e visível das instalações do Agrupamento de Escolas de Matosinhos e disponibilizada na respetiva página eletrónica, sendo ainda publicado um aviso na 2.ª Série do Diário da República, com informação sobre a sua publicitação, nos termos do n.º 5 do artigo 28.º da Portaria n.º 125-A/2019, de 30 de abril.
  • Nos termos do disposto no n.º 4 do artigo 10.º da Lei n.º 112/2017, de 29 de dezembro, o presente aviso é publicitado na Bolsa de Emprego Público (www.bep.gov.pt) e na página eletrónica do Agrupamento de Escolas de Matosinhos.

Matosinhos, 16 de janeiro de 2020

A Diretora

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MATOSINHOS

Ano Letivo 2019-2020

AVISO DE ABERTURA Nº 1 - CONTRATAÇÃO DE ESCOLA (DOCENTE - GRUPO 100)

Nos termos do n.º 4, do art.º 39.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na sua redação actual torna-se público que se encontra aberto o presente procedimento concursal:

1. IDENTIFICAÇÃO DA MODALIDADE DE CONTRATO DE TRABALHO A TERMO RESOLUTIVO

Contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo incerto.

2. IDENTIFICAÇÃO DA DURAÇÃO DO CONTRATO

O presente contrato tem como duração prevista todo o tempo necessário para a substituição da docente titular nunca se convertendo em contrato por tempo indeterminado.

3. IDENTIFICAÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO

Agrupamento de Escolas de Matosinhos.

4. CARACTERIZAÇÃO DAS FUNÇÕES

Lecionação de um grupo do pré-escolar

5. NÚMERO DE HORAS DE TRABALHO

5 Horas semanais.

6. REQUISITOS DE ADMISSÃO

Habilitação profissional exigida para lecionação no grupo de recrutamento 100.

7. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

São critérios objetivos de seleção obrigatórios para os grupos de recrutamento o seguinte:

a) Graduação profissional, nos termos do n.º 1, do art.º 11.º;

b) Para efeitos de desempate é utilizado o previsto no n.º 2, do art.º 12.º.

8. REALIZAÇÃO DO CONCURSO

O concurso de Contratação de Escola realiza-se através de uma aplicação informática disponibilizada para o efeito pela Direção-Geral da Administração Escolar até ao dia 10 de janeiro de 2020, no seguinte endereço eletrónico: https://sigrhe.dgae.mec.pt

Matosinhos, 8 de janeiro de 2020

A Diretora 

Mª Elisabete Ferreira

Informa-se toda a Comunidade Educativa que as pautas de avaliação serão afixadas hoje, 20 de dezembro.

Trabalhos realizados pelos alunos nas aulas de atividades de TIC, sob orientação dos professores Marta Seca e Pedro Brito.

Projeto Histórias Que Se Fazem III

"A Luz na Noite" de Marie Voigt foi o conto que iluminou o Projeto Histórias Que Se Fazem no mês de novembro.

Foi uma tarde muito bem passada...

O espaço escolhido para este momento foi o auditório porque era necessário um local muito escuro!

Com muito cuidado todos se acomodaram no palco, às escuras, para assistir ao conto que foi projetado na grande tela.

E porque em novembro se celebrou o Dia Internacional dos Direitos da Criança e o Dia Nacional do Pijama e também o cenário noturno da história pedia tal indumentária... todos estavam de pijama, professoras incluídas! No conforto do pijama, das luzes das lanternas, das iluminações e da música de fundo, as crianças perceberam a importância da amizade para vencer o medo do escuro!

Depois do conto, as crianças dançaram o Hino do Dia Nacional do Pijama, "Quero Acreditar" dos Calema.

No momento seguinte recriou-se as sombras projetadas pelos dois amigos da história na sua chegada a casa. Foi muito divertido! Só com as mãos ou com o corpo, cada criança brincou com as suas sombras e tentou representar um animal, um gesto ou uma situação. No meio de muitas gargalhadas tentaram adivinhar as representações destacando-se borboletas, cães, corações, samba, amizade...

Seguiu-se um momento muito especial... no final da história, a Bia bebeu um chocolate quente com o seu amigo, o urso Cosmo, enquanto falavam sobre como tinham conquistado a noite e vencido o medo. E foi isso mesmo que aconteceu! Todos os meninos beberam chocolate quente, brindaram à amizade e contaram histórias e anedotas na penumbra do auditório, num clima de cumplicidade, mostrando que o escuro não assusta ninguém!

No final, a opinião geral era a de que esta tarde tinha superado as expectativas de cada um devido à beleza e simplicidade da história e às atividades realizadas!

Projeto Histórias Que Se Fazem III

Dia Mundial da Alimentação 2019

Pela segunda vez, este mês, o projeto teve continuidade, com a comemoração do Dia Mundial da Alimentação, nos dias 15 e 16 de outubro.

Mas nem tudo são histórias!

A leitura é muito abrangente e tem uma vertente muito importante no que respeita à informação.

Por isso, desta vez, decidimos assinalar a data com a exploração do blogue "Temperos da Argas", da autoria de Márcia Patrício, que luta por uma alimentação saudável, dando enfase à alimentação infantil.

Falou-se dos benefícios da Alimentação Saudável na saúde física e cognitiva das crianças, e como isso pode influenciar a concentração e consequente aprendizagem dos alunos.

Ao explorar o blogue, deparamo-nos com dicas, recomendações, receitas saudáveis e um folheto publicado para assinalar este dia, que foi por nós analisado, descobrindo questões pertinentes no âmbito da alimentação.

Também publicados no blogue, visualizamos dois vídeos: uma sugestão de um lanche saudável, preparado por uma das filhas da Márcia, a Helena e um outro em que a Helena ajudava a mãe a arrumar os ovos. Este segundo vídeo serviu de mote para a atividade seguinte.

Considerado o segundo alimento mais completo, o ovo é importantíssimo na nossa alimentação. Assim, falou-se dos seus benefícios, sua constituição e origem.

E foi a origem dos ovos, carimbada no próprio ovo com os números 0, 1, 2 e 3, que gerou mais curiosidade. Esta análise culminou com a construção de um cartaz informativo.

Por fim, fez-se um lanche criativo e muito saudável com os ovos cozidos que cada aluno trouxe de casa. Com a ajuda de outros alimentos igualmente saudáveis como a cenoura, as ervilhas e o alecrim, os ovos transformaram-se em coelhinhos, centopeias, ratinhos e flores. Para acompanhar, uma fatia de pão de sementes (mesmo pão da padaria... nada de pão embalado!).

Pelos sorrisos, entusiasmo e comentários, o lanche criativo foi do agrado de todos os alunos e das professoras!

Projeto Histórias Que Se Fazem III 

Chico Fantástico - Super Herói de Plástico

O Projeto Histórias Que Se Fazem iniciou o seu 3º ano em articulação com um novo projeto do agrupamento, "Escola Viva", promovido pelas Técnicas do EMI e que envolve os alunos dos diferentes ciclos.

Com o Projeto "Escola Viva" pretende-se:

- Promover o respeito e cuidado pelo ambiente;

- Promover hábitos ecológicos e de separação de resíduos;

- Promover a limpeza dos espaços de recreio;

- Reduzir o desperdício alimentar;

- Contribuir para a redução de embalagens de plástico, provenientes do lanche escolar;

-Melhorar a qualidade do lanche dos alunos;

- Associar a temática da sustentabilidade ecológica à componente flexível do currículo;

- Promover competências de literacia.

Começando pela leitura da história "Chico Fantástico - Super Herói de Plástico" de Pedro Seromenho, a Prof. Vera introduziu o tema e deu início a uma série de atividades que prenderam a atenção da turma 3CBI.

Com a exploração da história, pretendeu-se sensibilizar os alunos para a compreensão dos efeitos do plástico no meio ambiente e em contexto escolar, procurando-se a redução das embalagens de plástico, mais concretamente, as provenientes do lanche.

Após um diálogo coletivo sobre o tema e apresentação de algumas soluções para o problema do plástico no meio ambiente, foi proposto aos alunos, reutilizar garrafas de plástico, recolhidas pelos alunos para as transformar em dois Jogos de Recreio: "Bowling" e "Atira o Arco". É muito importante proporcionar às crianças atividades que envolvam a reutilização e a reciclagem, consciencializando-as para a importância de cuidarem do Planeta.

Também se ouviu a canção de Filipe Pinto, "O Planeta Limpo", mais um alerta para que todos os alunos fiquem com os conselhos cantarolados no pensamento!

Partindo do sonho do Chico, a personagem principal da história, cada aluno criou um texto intitulado "A minha viagem ao reino da Poliméria", no qual imaginaram tudo o que encontrariam nesse terrível reino!

Para finalizar, a diversão! Num dia de sol quentinho, experimentou-se os jogos construídos. Foi super-divertido, mas também se aprendeu... para saber quem venceu tem que se contar pontos e comparar resultados! E quando o raciocínio não deixa somar "de cabeça", temos os dedos para ajudar!

Com todos os projetos existentes no agrupamento e todas as "ferramentas" colocadas à disposição destes alunos, pode-se afirmar que estão preparadíssimos para defender e lutar por um mundo melhor!

"Desafios educativos do Professor, hoje" 

A Vigararia de Matosinhos promoveu no dia 23 de outubro de 2019 um encontro de partilha e reflexão, sobre os "Desafios educativos do Professor, hoje", que teve lugar nas instalações do Porto Business School com a participação do Sr. Bispo do Porto, Dom Manuel Linda, e da Prof.ª Doutora Maria de Lurdes Correia Fernandes, Vice-reitora da Universidade do Porto.

Neste evento, que contou com a presença do nosso Agrupamento, foi valorizado o papel do professor no presente, num mundo dominado pela globalização e pela tecnologia.

"Ser professor é uma vocação que nasce do amor e comprometimento em educar". O docente

procura possibilitar a todos os seus educandos as condições necessárias para a superação de suas limitações, para a concretização dos seus objectivos/sonhos, isto é, busca capacitar para a vida e seus desafios.

O Agrupamento de Escolas de Matosinhos agradece e louva esta iniciativa.

Comemoração do Dia Mundial da Alimentação na EB de Matosinhos 

Na semana de 14 a 18 de outubro decorreu na nossa escola a comemoração do Dia Mundial da Alimentação. O evento decorreu conforme o previsto, apresentando uma grande adesão por parte dos alunos a todas as atividades propostas.

O grupo de Ciências Naturais agradece a todos os envolvidos, com particular destaque para as nutricionistas, Dra. Cláudia Afonso e Dra. Paula Veloso, pelas palestras proferidas aos alunos do 9º e 6º anos, respetivamente e ainda à Associação de Pais, que colaborou com a preparação de um lanche saudável. 

Quadros de Valor, Mérito, Mérito Desportivo e Excelência 2018/2019

No passado dia 1 de outubro, no Auditório da Escola Básica de Matosinhos, realizou-se a cerimónia da entrega dos Quadros de Valor, de Mérito, de Mérito Desportivo e de Excelência, dos alunos dos 5º, 6º, 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, relativos ao ano escolar 2018/2019.

O auditório esteve repleto de alunos, ex-alunos, pais, encarregados de educação e professores.

A Diretora agradeceu a presença de todos, bem como a colaboração da Associação de Pais neste evento oferecendo crachás a todos os premiados e ao Grupo de Docentes responsáveis por esta cerimónia, que elaboraram os diplomas e o quadro que está exposto no átrio da escola.

Em parceria com a Escola de Música Óscar da Silva, os alunos da turma 6ºE proporcionaram um agradável momento musical, que foi do agrado de todos os presentes.

Parabéns a todos os premiados.

No dia 27 de setembro, os alunos e professores das Equipa 6.1, 6.3 e 8 (6ºA, 6ºB, 6ºC, 6ºG, 6ºH, 6ºI, 6ºJ, 8ºA, 8ºB, 8ºC, 8ºD e 8ºE) foram ao Teatro Municipal Constantino Nery (Matosinhos) para assistir ao espetáculo "Do Bosque para o Mundo", que tem encenação de Miguel Fragata, texto de Inês Barahona (produção da Companhia Formiga Atómica).

No palco há malas de viagem de vários tamanhos e feitios e um gigante mapa da Europa, no qual se traça a viagem dos irmãos Farid e Reza, duas crianças afegãs enviadas pela mãe com destino a Inglaterra, em busca de um sítio seguro, e que serão separadas durante o percurso. Este é o ponto de partida desta peça, que tenta explicar aos mais novos o drama dos refugiados. As atrizes Anabela Almeida e Manuela Pedroso são as contadoras da história que vão narrando os vários momentos da travessia de Farid, ao mesmo tempo que explicam conceitos tão concretos como refugiado, tráfico, asilo, deportação e como pode a Europa proteger quem chega. A história de Farid confronta-nos com a dureza e a coragem, entre a vida e a morte, e faz-nos olhar para a nossa própria história.

No final, depois de um forte aplauso que demonstrou o grau de satisfação pelo excelente trabalho realizado em palco pelas duas intérpretes/narradoras, a quem se juntou o autor, foram colocadas algumas questões que pretenderam esclarecer um pouco melhor a história e os motivos que levaram à sua encenação.

A reflexão e pesquisa sobre este tema tão atual terá continuidade nas aulas de Cidadania e Desenvolvimento.

A Escola Básica de Matosinhos comemorou o Dia Europeu do Ex-Fumador com a ajuda da matemática...

FUMAR MAT(EMÁTIC)A! MAIS VALE ES(A)QUECER!(?)

Os alunos da Escola Básica de Matosinhos comemoraram o Dia Europeu do Ex-Fumador neste dia 26 de setembro de 2019. Para isso, convidaram Carlos Marinho, professor de matemática, que com os seus convidados fizeram contas (não fizeram de conta) responderam a perguntas vitais para cerca de 200 alunos dos 7º, 8º e 9º anos de escolaridade numa ação didática e pedagógica. Carlos Marinho fez contas e a médica especialista em pneumologia Joana Amado alertou para os perigos de fumar. Por seu lado, os convidados José Araújo - Profissional de Rádio, Nuno Sousa do grupo musical Os NOVA Boys Band e o músico João Camisão deram pedagogicamente a sua opinião sobre o vício de fumar.

Qual é diferença entre o cigarro tradicional, o cigarro eletrónico e o cigarro aquecido? A resposta não foi surpreendente uma vez que faz igualmente mal à saúde. Qualquer forma de fumar adiciona muitos perigos e riscos para a saúde:

▪ Existem mais de 7000 químicos no fumo do tabaco, pelo menos 250 destes são nocivos e seguramente 69 são cancerígenos.
▪ Anualmente, mais de 8 milhões de pessoas morrem em todo mundo, pelo consumo de tabaco. Mais de 7 milhões destas mortes ocorrem em fumadores, mas cerca de 1,2 milhões de não fumadores morrem pela exposição passiva ao fumo do tabaco. 
▪ Estima-se que no ano de 2016, fumar contribuiu para a morte de mais de 11000 (onze mil) pessoas residentes em Portugal.
▪ O fumo ambiental do tabaco tem efeitos nocivos imediatos e a longo prazo, não existindo um limiar seguro de exposição. A exposição passiva ao fumo do tabaco pode causar doença e ser mortal para os não fumadores. 
▪ Quem opta por outras formas de "fumar" - produtos de tabaco aquecido ou cigarros eletrónicos - não adota um hábito mais saudável e mais seguro do que o consumo de cigarros tradicionais pois estes produtos continuam a conter nicotina e, além de serem perigosos para a saúde, podem viciar os consumidores. 

O que dizer dos fumadores passivos? A resposta não foi passiva, é preocupante... Apenas um cigarro pode atingir uma área considerável, espalhando-se rapidamente no espaço atingindo tudo e todos, fumadores e não fumadores. Falou-se muito da forma como o fumo do cigarro pode prejudicar os mais novos. Aliás esta ação foi para eles. Um jovem que comece a fumar o que faz ao seu corpo a curto, médio e longo prazo?

Os alunos da Escola Básica de Matosinhos querem uma escola sem fumo mas também uma casa limpa e, claro que pretendem que seus os pais gastem o seu dinheiro com outras prioridades para a família, alertando-os que Fumar Mat(emátic)a! Mais Vale Es(a)quecer!(?).

Arvontade - o país das árvores, de Lourdes Custódio

23 de maio de 2019

Finalmente chegou o dia em que os alunos do 1º ano da EB Florbela Espanca vieram visitar a Prof. Vera à escola sede do agrupamento, conforme tinha ficado combinado!

Depois de conhecerem a biblioteca ouviram a Prof. Vera contar a história Arvontade que fala de um país onde bastava desejar algo para que uma árvore desse como fruto o desejo dessa pessoa... existia uma condição: os frutos deveriam ser partilhados para que a árvore continuasse a existir. Frutos como o amor, a paz, as guloseimas, as pizas, as chupetas, entre muitos outros, faziam as delícias dos habitantes de Arvontade!

De seguida, todos os meninos partilharam os seus desejos: alguns bens materiais, mas também muitos desejos de amor, amizade, paz, saúde, abraços, beijos... que bom ouvir os meninos preocupados com os sentimentos!

Seguiu-se uma visita guiada pela escola: conheceram a Diretora, Prof. Elisabete e o Sub Diretor, Prof. Domingos que lhes explicaram o funcionamento do agrupamento, o n.º de alunos, as diferentes escolas... conheceram o PBX e a secretaria, o local onde a Prof. Vera trata dos assuntos relacionados com todos os alunos do agrupamento.

Lancharam e brincaram um bocadinho no recreio do 1º ciclo e por fim, fizeram a atividade final com a colaboração do Sub Diretor, Prof. Domingos e da D. Constância: cada turma plantou uma árvore: uma pereira e um diospireiro. Estas árvores serão uma marca dos desejos destes alunos e quando, no 5º ano, chegarem a esta escola, dirão orgulhosamente que é a sua árvore!

Nos dias que se seguiram as duas turmas fizeram uma placa identificativa da turma para colocar na árvore, bem como o registo dos seus desejos e do desejo das suas famílias.

Aqui fica o registo fotográfico da atividade!

Regulamento de Utilização dos cacifos para os alunos da Escola

No início do ano

1 - Devem os Diretores de Turma e os Professores Titulares de Turma fazer a recolha dos pedidos de atribuição de cacifo, para se proceder à sua distribuição.

2 - O cacifo é de utilização pessoal.

3 - A atribuição é individual, não sendo permitida a utilização partilhada dos cacifos.

4 - Só será atribuído cacifo aos alunos que antecipadamente efectuarem o depósito de uma caução de 5€, através do cartão de aluno.

5 - Caso o aluno perca a chave do cacifo, terá de pagar 3€ por outra chave que a escola lhe entregará. Este valor não pode ser descontado na caução.

6 - No final do ano letivo, todos os alunos terão de devolver o cacifo vazio. Caso este se encontre em bom estado de conservação e a chave seja entregue dentro dos prazos estabelecidos, será devolvida a caução de 5€ que o aluno efetuou no início do ano.

7 - No caso de algum aluno danificar o cacifo, será responsabilizado pelos danos causados, cabendo-lhe o pagamento da reparação.

8 - Em caso algum podem os alunos escrever, pintar ou colar seja o que for no cacifo.

No final do Ano

9 - Não é autorizada a manutenção do cacifo de um ano para o outro.

10 - Os Diretores de Turma levantam no front office um mapa relativo às chaves da sua turma;

11 - Recolhem as chaves atribuídas aos seus alunos;

12 - Verificam, com os alunos, o bom estado de conservação dos respetivos cacifos;

13 - Os alunos assinam este mapa confirmando a devolução das chaves;

14 - Os DT certificam que as chaves estão devidamente identificadas, com o código do cacifo, e entregam-nas na Direção, juntamente com o mapa.

15 - As devoluções das cauções, a que houver direito, serão depositadas no cartão, não havendo outro meio de devolução da referida caução.

16 - Todos os alunos terão de devolver a chave impreterivelmente até ao último dia de aulas.

17 - Em casos extremos e devidamente justificados, até dia 30 de Junho, impreterivelmente, a chave poderá ser devolvida diretamente à Direção.

18 - Após o dia 01 de Julho, todos os cacifos serão abertos por ordem da Direção e a todo o material que lá se encontrar será dado um encaminhamento julgado por conveniente (Instituições de Solidariedade Social, SASE, etc.) consoante o seu estado de conservação. Todo o restante material, que não se encontre em condições de utilização, será destruído.

19 - Em caso algum será devolvida qualquer caução após o dia 1 de Julho.

20 - Para os alunos que mudam de escola, pode o Encarregado de Educação dirigir-se à reprografia e levantar o dinheiro que ainda estiver em cartão, até ao dia 31 de julho.

21 - O presente regulamento será entregue para guarda à Presidente do Conselho Geral.

Aqui há talento!

Realizou-se no dia 5 de junho, pelas 18 horas, no Auditório da Escola Básica de Matosinhos, a 5ª edição do "Aqui há talento!" que contou com a participação de alunos do 1, 2 e 3 ciclos. Este evento, mais uma vez, superou as expectativas do grupo organizador (A.L.A), já que os alunos aderiram de forma muito dedicada, empenhando-se imenso nas atividades que exibiram: dança, poesia, artes marciais, canto, patinagem e magia.

Os nossos talentosos que andavam ocultos na escola foram revelados no "Aqui Há Talento!" O empenho e a criatividade/imaginação foram fatores capitais em cada atuação. Com este modelo pretendeu-se divulgar a descoberta de talentos encobertos, partindo do pressuposto de que todos gozam de capacidades fundamentais que se distinguem e consequentemente permitem o sucesso em alguma habilidade quando estimulada/ trabalhada adequadamente.

Pretendeu-se assim propiciar um bom entretenimento a todos os participantes e suas famílias realçando a imagem de uma escola dinâmica.

A abertura do espetáculo esteve a cargo do grupo de Jiu-Jitsu inclusivo do qual fazem parte alguns alunos. Foi maravilhoso e ao mesmo tempo arrepiante a forma como tratam os nossos alunos. Parabéns!

Queremos agradecer a todos aqueles que direta ou indiretamente contribuíram para a concretização deste êxito.

Mais uma vez, a descoberta da competência por trás de um sorriso foi a função do grupo A.L.A.

Missão cumprida. Até para o ano!

Olimpíadas da História

Realizaram-se nos dias 29 de maio, para os alunos do 5º e 6º anos e no dia 6 de junho para os alunos do 3º ciclo, as Olimpíadas da História. Os alunos selecionados participaram com empenho e puderam pôr à prova os conhecimentos adquiridos ao longo do ano letivo. Os vencedores são:

5ºN: 

nº5, Diogo Rodrigues; nº6, Filipe Barbosa; nº7, Francisco Maio.

6ºE: 

nº 20, Pedro Lima;  nº21, Rafaela Costa;  nº24, Sofia da Mata.

9ºD: 

nº1, Ana Patrícia Almeida; nº8, Inês Silva; nº13, Mariana Santos.

Parabéns aos vencedores!

Projeto Histórias Que Se Fazem 

23 e 29 de maio

O Projeto Histórias Que Se Fazem chega ao fim do seu segundo ano com o conto de Luísa Dacosta "O Elefante Cor-de-Rosa".E não poderia acabar de melhor forma!A história tocou a sensibilidade das crianças abordando temas como a amizade, a atenção ao outro, a preservação da natureza, a morte...houve até umaslagrimitas pelo meio, mas o importante é saber que tudo faz parte da vida, há que saber viver, saber respeitar, perceber que a vida tem coisas boas e menos boas e deve-se ultrapassar as coisas menos boas com um sorriso nos lábios! Depois de uma conversa tão enriquecedora passaram-se para o papel, na forma de desenho, os momentos mais marcantes da história. Na semana seguinte a Prof. Cidália e a Prof. Vera ajudaram os meninos a decorar um elefantezinho no qual foi colocada uma "corneta", tendo sido esta a prendinha do Dia Mundial da Criança.Fez-se também um Elefante-Caixa para recolha de tampinhas de plástico, na sala - algo que já se fazia - mas não tinha um recipiente adequado. Desta forma, a história de "O Elefante Cor-de-Rosa" fica mais presente em sala de aula, uma vez que abordava questões ambientais tão importantes na formação dos alunos, futuros cidadãos conscientes da nossa cidade.Estando a chegar ao fim de mais um ano letivo, resta agradecer a todos os que acompanharam este projeto e dizer que no próximo ano marcamos encontro para mais Histórias Que Se Fazem!

Experiências :D ivertidas 

No passado dia 30 de maio, no Laboratório 3, o grupo de Físico-Química desenvolveu, com a ajuda de alunos de 9º ano, algumas "Experiências :D ivertidas". Com o calor que se fez sentir, o gelo-seco marcou presença em atividades que, à medida que refrescavam o ambiente, fomentavam a recetividade e o entusiasmo para estas áreas científicas. O impacto visual de cerca de duas dezenas de experiências, fizeram a alegria dos alunos de 6º ano que foram acompanhados pelos seus professores.Foi um dia (em) cheio !... de atividade, de convívio e de aprendizagem em Física e Química! No laboratório, criou-se uma atmosfera rica em curiosidade, descoberta e diversão, entre outros componentes.No final, foi reconfortante a confeção de um gelado de chocolate instantâneo e de sumos refrigerados para todos, em que o restante gelo-seco teve um papel fundamental. O balanço extremamente positivo que se retirou destas atividades, recomenda a repetição da iniciativa no próximo ano.

Concurso "Uma Aventura Literária 2019" 

O texto do aluno Martim Cerqueira, nº12, do 6ºB, num total de 15.152 trabalhos, foi distinguido com uma Menção Honrosa no Concurso Uma Aventura...Literária 2019.Para além do Diploma de Menção Honrosa, recebeu um livro oferta da Editorial Caminho.Parabéns!

A professora,Ana Paula Cabral 

Concurso de Flauta

O concurso de flauta, já realizado há vários anos, pretende desenvolver, nos jovens, competências pessoais e sociais, com vista a uma adequada integração e ao seu desenvolvimento social como cidadãos responsáveis e autónomos.

No passado dia 16 de maio, no auditório da escola-sede, 3 alunos de cada turma de 5º e de 6º ano participaram revelando concentração, empenho e interpretando expressivamente as suas melodias.

Parabéns a todos

OLIMPÍADAS DE PORTUGUÊS

No dia 8 de maio decorreram no Agrupamento de Escolas de Matosinhos as Olimpíadas de Português (2º ciclo). Esta atividade, que vem sendo tradição, teve três fases e visou a leitura orientada e a leitura autónoma de obras promovendo-se, assim, o gosto pela leitura e o desenvolvimento de competências neste domínio, tendo sido trabalhadas obras que integravam o Plano Nacional de Leitura.

O evento foi muito interessante e os alunos participaram no mesmo com muito entusiasmo. Houve entrega de prémios para todos os participantes, ficando aqui um agradecimento sincero à D.Elsa Cristina Rocha e à Porto Editora que gentilmente cederam os referidos prémios. 

Torneio de Basquetebol 3X3 

A Escola Básica de Matosinhos participou na final regional do torneio 3X3 em basquetebol, Infantis A Masculino (de apuramento para a final nacional), que se realizou em Paços de Ferreira. Depois de uma brilhante prestação, a nossa equipa alcançou 4 vitórias em 5 jogos, tendo apenas perdido no último jogo contra o campeão do torneio. Será de salientar que, a nossa equipa se fez representar na sua composição por 2 rapazes e 2 raparigas, sendo que, defrontou 5 equipas exclusivamente formadas por elementos masculinos. Durante o desenrolar do torneio, e face ao facto de termos em prova uma equipa mista, foi com alguma surpresa que percebemos ser alvo da atenção e simpatia por parte de outros professores e atletas de outras escolas e escalões e até da própria organização do Desporto Escolar.

No final, os nossos alunos alcançaram um honroso 2.º lugar, que muito nos orgulha e dignifica. Durante o convívio do almoço, a pergunta que mais nos colocaram foi, qual o motivo pelo qual não participamos no torneio só com rapazes, ou só com raparigas no escalão feminino... A resposta foi e será sempre simples, a equipa que nos representou foi a que venceu o torneio de apuramento na nossa escola, e depois, foi a mesma equipa que se apurou em primeiro lugar, na fase de apuramento realizada na Escola Secundária Almeida Garrett, na cidade de Vila Nova de Gaia.

Desta forma, e muito naturalmente, quisemos dar o exemplo, ousar fazer diferente, até porque nos nossos princípios, valores e filosofia de grupo de educação física, valerá sempre mais o livre acesso democrático à prática desportiva, do que qualquer peso e importância relativa que serão dados à vitória.

Parabéns, menin@s!

Espetáculo de teatro "Mar Vivo" 

No dia 15 de maio pelas 18h30, foi ao palco do Auditório da Escola Básica de Matosinhos, o Clube / Oficina de Teatro com a peça "Mar Vivo".

Tudo começou pela curiosidade e vontade de experienciar coisas novas, que trouxe muitos alunos do 5º ano e alguns do 6º à Oficina de Teatro. Chegaram em força e com muita energia para representar, dançar, falar, correr e até brincar...

Foi através da música e da expressão corporal que se foram conhecendo, desinibindo, testando as suas capacidades e ajeitando as fragilidades e, pouco a pouco, novos laços se foram desenhando e construindo. A imaginação levou-os a recriar situações reais ou sonhadas, explorar movimentos e descobrir novas sensações, num exercício que começou sempre em cada um e se completava com todos, e em grupo.

E, assim, chegamos ao final desta etapa, com a apresentação de "Mar Vivo", um conjunto de quadros numa construção coletiva que partiu da consciencialização de um problema e da necessidade urgente de o minimizar, a problemática ambiental que nos envolve a todos em especial no que diz respeito ao Mar e sua envolvência.

Foi com enorme agrado que os professores assistiram à representação final da peça, com os aplausos entusiásticos do público.

As nossas atrizes e atores estão de PARABÉNS

Uma maneira diferente de fazer História 

No dia 26 de abril, para assinalar mais um aniversário da revolução dos cravos de 1974 os alunos do 6º e 9º ano foram convidados a assistir à peça de teatro "25 de abril, história de uma revolução". Esta peça foi protagonizada pelo grupo de teatro Educa e apresentada no auditório da escola.

O grande objetivo desta atuação foi permitir à comunidade escolar a possibilidade de ter uma aprendizagem diferente deste acontecimento marcante da história portuguesa. Os nossos alunos tiveram a oportunidade de ver a sua habitual aula de história ganhar vida e passar para o palco. Esta iniciativa foi bem recebida no seio da comunidade que acorreu em massa enchendo ambas as sessões que foram realizadas.

O grupo de História

Alunos da Equipa 5.3 visitam Serralves e a exposição "I'M Your Mirror" de Joana Vasconcelos 

No dia 24 de abril, no âmbito da disciplina de EV (profª. Emília Guedes), os alunos das turmas 5ºG, H, I e J, visitaram o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, onde tiveram oportunidade de conhecer, orientados por guias, a exposição "I'm Your Mirror" da artista plástica Joana Vasconcelos.Esta exposição reúne mais de 30 peças, datadas de 1997 até à atualidade, cobrindo duas décadas de prática artística e analisando o seu desenvolvimento como artista. Inclui muitas das suas obras mais conhecidas, como a Cama Valium (1998), A noiva (2001-05), Burka (2002), Coração independente vermelho (2005), Marilyn (2011) e Lilicoptère (2012), assim como novos trabalhos criados para esta mostra, como Finisterra, I'll Be Your Mirror ou Solitário (todos de 2018).Depois da visita ao interior do Museu, os alunos tiveram oportunidade de percorrer os jardins do Parque de Serralves por onde se estende a exposição através de monumentais esculturas de exterior.
A visita de estudo decorreu num excelente ambiente de aprendizagem e de convívio, tendo atingido plenamente os objetivos traçados, nomeadamente ao promover a criatividade e a sensibilidade estética dos alunos em relação ao mundo da arte, nas suas diversas expressões.Pelo envolvimento, curiosidade e interessa demonstrados pelos nossos alunos - muitos deles visitaram Serralves pela primeira vez-, concluímos que a atividade foi um sucesso.O registo de imagens desta iniciativa pode ser visto em:

SUPERTMATIK DE CÁLCULO MENTAL 2019

Estão apurados os representantes da nossa escola para a Grande Final Online

No passado dia 24 de abril, pelas 14h00, realizou-se na Escola Básica de Matosinhos a fase interturmas do campeonato escolar SUPERTMATIK DE CÁLCULO MENTAL 2019, para alunos dos 2º e 3º ciclos.

Participaram nesta fase os campeões e vice-campeões das turmas, totalizando mais de meia centena de alunos. De realçar o interesse e entusiasmo de todos os jogadores, dando à prova um ambiente de muita emoção e adrenalina, próprio das grandes competições. Estão todos de parabéns!

O pódio ficou assim constituído:

Estes alunos irão participar na fase final da competição, a "Grande Final Online", que se realizará numa data compreendida entre 1 e 22 de maio de 2019.

Para os finalistas votos de bons cálculos! 

25 de Abril

No âmbito das comemorações do 45.º aniversário do 25 de abril, os alunos do 1.º CEB participaram na iniciativa promovida pela Junta de Freguesia de Matosinhos e Leça da Palmeira, subordinada ao tema Liberdade CriATIVA, Juventude ParticipATIVA, tendo sido inaugurada a exposição no Salão Nobre Guilherme Pinto às 11h desta quarta-feira. Dos trabalhos realizados deixamos este registo fotográfico.

Conto de História na EB Florbela Espanca

A convite das professoras Helena e Teresa, a Assistente Técnica, Vera Meireles foi à EB Florbela Espanca contar a história "A Que Sabe a Lua" de Michael Grejniec, aos alunos das turmas A e B do 1.º ano.

Foi com entusiasmo que os meninos receberam a convidada e a ouviram contar a história que fala de amizade, entreajuda e união.

A Vera contou aos meninos que se alguma vez provasse a lua, esta lhe saberia a bolachas caseiras e partilhou com todos as bolachinhas que fez em casa. De seguida, perguntou-lhes a que saberia a lua se a provassem e depois de responderem fizeram o registo em desenho.

Também lhes foi proposto fazer o registo da história desenhando as personagens pela ordem em que iam surgindo.

Como agradecimento pela sua disponibilidade, os meninos ofereceram à Vera um vasinho com amores-perfeitos lilases e amarelos.

Terminada a atividade os meninos quiseram saber como é o trabalho da Vera na secretaria do Agrupamento e perante a sua curiosidade e falta de conhecimento acerca da escola-sede, a sua dimensão, o órgão da Direção, a secretaria e a Biblioteca que existe, surgiu a ideia de as duas turminhas lhe fazerem uma visita e lá ouvirem uma história.

Só falta marcar o dia!

Projeto Histórias Que Se Fazem

A Menina Gotinha de Água 

de Papiniano Carlos e ilustrações de Joana Quental

O ciclo da água só poderia ser narrado se tivéssemos como fundo uma paisagem belíssima junto desse bem precioso sem o qual a humanidade não viveria!

A praia de Matosinhos emoldurou, portanto, esta história que, de uma forma poética, nos conta o que acontece aos milhares de gotinhas de água, desde que sobem do mar até às nuvens, caindo pela chuva nos montes e terra seca, dando de beber às plantas, aos animais e às pessoas. Depois, as gotinhas seguem pelo interior da terra de onde vão brotando pelas fontes e todas vão correndo por riachos e ribeiros até aos rios que, por fim, acabam a desaguar no mar.

Esta foi uma forma muito resumida de um texto riquíssimo que não podem deixar de ler porque a Menina Gotinha de Água, vestida de esmeralda e luar, passa por sítios fantásticos e vê maravilhas que só lendo o livro poderão reconhecer!

Depois, todos brincaram na areia! Estava um sol quentinho e uma brisa agradável e apetecia ficar por lá o resto do dia...

Já na escola, foi tempo de fazer o registo da história, desta vez, em forma de banda desenhada.

E porque se aproxima a Páscoa, a Prof. Cidália e os meninos quiseram dar um miminho à contadora de histórias: uma caixinha de bombons muito bonita, dentro da qual, cada chocolatinho se encontra envolvido pela capa de uma das histórias contada neste projeto.

Super original!

Estudar até à Índia

A aluna Léa, do 2.º B, da EB Augusto Gomes vai viajar num camião até à Índia. Os seus pais preparam tudo! Transformaram um camião numa casa que servirá nos próximos tempos de escola, casa, transporte,... Até o cão com 11 anos de idade vai a acompanhar a família. Será uma fantástica aventura e uma experiência única que a Léa irá desfrutar! 

15º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos 

Alunos do Agrupamento de Escolas de Matosinhos participaram no 15º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que se realizou na Maia, e obtiverem excelentes resultados. 
Dois deles chegaram às finais!No dia 29 de março, o Pavilhão gimnodesportivo de Pedrouços foi palco deste campeonato, que contou com a participação de 1857 alunos do 1º ciclo ao secundário, em representação de 370 escolas de Portugal continental e ilhas.O nosso Agrupamento este representado por nove alunos dos 1º, 2º e 3º ciclos, acompanhados pelas professoras Elisabete Gomes, Maria da Luz Almeida e Marta Santos.É de destacar a participação, pelo segundo ano consecutivo, dos nossos alunos do 1º ciclo (Escola do Godinho), situação que esperamos tenha continuidade.Quanto aos resultados, é com orgulho e enorme satisfação que registamos o excelente desempenho dos nossos alunos, já que dois deles conseguiram superar a difícil fase das eliminatórias e apurar-se brilhantemente para as finais nacionais dos seus jogos, que se disputaram no período da tarde.

  • No 1ºciclo, o alunos Tomás Rodrigues (Escola do Godinho) obteve o 5º lugar nacional no jogo Semáforo.
  • No 2ºciclo, Francisco Maia (5ºN) conquistou o 2º lugar nacional no jogo Rastros.

Os professores de Matemática dão os parabéns a todos os alunos que participaram nas várias fases deste Campeonato, pela entrega demonstrada e gosto pela Matemática.

Resultados: 1ºciclo jogo Semáforo

Resultados: 2ºciclo jogo Rastros

Concurso literário "Uma aventura Literária 2019"   

Este concurso literáriofoi uma iniciativa a cargo da Editorial Caminho que consistiu de um concurso nacional dirigido aos alunos do Ensino Básico de todo o país, envolvendo os respetivos professores e estabelecimentos de ensino, com o propósito de promover a leitura divulgando a coleção Uma Aventura, as restantes obras das autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada e promovendo hábitos de escrita.

Alguns alunos do 6ºano (Equipa 6.1) participaram nesta iniciativa, dinamizada nas aulas de Português com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento educativo, pessoal e social dos jovens, incentivar a criatividade, o gosto pela leitura e escrita.

Na fase de inscrições, da nossa escola foram inscritos na modalidade de trabalho original individual alunos das turmas A,B e C.

Todo o processo foi realizado através do site da editora.

Este concurso revelou-se uma bom ensejo para dar largas à imaginação e ao talento dos alunos nas diferentes dimensões.

A participação foi do completo agrado de todos os envolvidos.

Obrigada a todos os alunos participantes, que com dedicação e empenho participaram neste concurso, considerado o maior do género em Portugal.

A professora, Ana Paula Cabral

Jogos Matemáticos na Escola Básica de Matosinhos 

Uma centena e meia de alunos dos 2º e 3º Ciclo participaram nos "Jogos Matemáticos"

Na passada quarta-feira, dia 13 de março, realizaram-se na nossa Escola as Fases Finais de Apuramento para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que contaram com a participação de uma centena e meia de alunos dos 2º e 3º ciclos, previamente apurados nos minitorneios realizados em cada turma.

De realçar a motivação, o empenho e o salutar espírito competitivo evidenciados pelos nossos alunos, o que transmitiu à prova um ambiente de muita amizade e companheirismo.

Como resultado, o primeiro classificado de cada um dos Jogos ganhou o direito a participar, em representação da nossa Escola, na fase Final da 15.ª edição do Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que terá lugar no dia 29 de março de 2019, no Pavilhão Municipal da Maia, em Pedrouços.

A todos os alunos que participaram nesta iniciativa, os professores de Matemática enviam muitos parabéns, já que é no empenho que reside o segredo do sucesso.

Aos vencedores, que representarão a nossa Escola no Campeonato Nacional, na Maia, votos de BOA SORTE! 

Seguem as TABELAS CLASSIFICATIVAS.

Os vencedores irão representar a Escola Básica de Matosinhos na final do 15º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que se realizará no dia 29 de março de 2019, na Maia, no pavilhão municipal em frente à escola EB 2,3 de Pedrouços.

O TEATRO NA ESCOLA

No dia 13 de março o teatro veio à escola Básica de Matosinhos.

Efetivamente, a Companhia de Teatro Educa veio à escola e apresentou uma peça de teatro (integrada na lista de obras do programa nacional) para o 5º e outra para o 6º ano de escolaridade.

Os alunos, com o seu entusiasmo, encheram de alegria o Auditório da escola que se encontrava repleto.

As apresentações dramáticas foram do gosto dos alunos e permitiram um mundo de fortes emoções que fizeram as delícias dos mesmos.

De facto, tratou-se de um trabalho educativo e muito interessante, sendo uma mais-valia para as aprendizagens dos alunos.

O grupo de Português

Visita à Fabrica Centro de Ciência Viva Aveiro

No dia 7 de março as turmas do 6º I, J, K e L foram visitar a Fábrica de Centro de Ciência Viva Aveiro. Este fabuloso Centro apresenta uma diversidade de atividades em diferentes áreas com o objetivo eficaz de estabelecer ligações entre a escola e este espaço não formal da ciência.

Foram fantásticas as atividades que os alunos participaram, desde "Mãos na massa e janelas de luz"; Cozinha laboratório: do grão ao pão; Laboratório "Faz o teu próprio creme" e "Oficina dos robot". Todas as atividades foram aliciantes e gratificantes, pois cada aluno fez o seu próprio pão, cada turma elaborou o seu creme das mãos com o aroma à sua escolha e cada grupo de alunos montou o seu robot e até o personalizou com movimentos e sons.

A visita correu bem e recomenda-se!

SEMANA DAS LÍNGUAS

Entre os dias 19 e 22 de fevereiro, celebrou-se na Escola Básica de Matosinhos a Semana das Línguas, cujo objetivo principal é o de que os alunos compreendam a importância que o conhecimento da língua materna e das línguas estrangeiras tem no quotidiano do seu percurso académico e no do seu futuro profissional, num mundo cada vez mais global.

Esta atividade foi dinamizada pelos docentes de Português, Inglês, Francês e Espanhol dos 2º e 3º ciclos. Ao longo destes quatro dias, os alunos foram convidados a "mergulhar" nas culturas dos países cujas línguas aprendem de um modo divertido, realizando um leque variado de atividades enriquecedoras como por exemplo: trabalhos sobre cultura e tradição; sessões de cinema, audição de música popular, concursos de poesia e de leitura, entre outras.

Os alunos puderam ainda desfrutar, na Cantina Escolar, de ementas típicas dos quatro países:

Projeto Histórias Que se Fazem 

Como não poderia deixar de ser, o Carnaval foi o tema da história de 28 de fevereiro.

"Um Cinema Muito Especial" de Susana Azevedo e ilustrações de Miguel Soares conta a história de dois amigos, um gorila e um chimpanzé, já nossos conhecidos de "Um Natal Espacial", que decidem ir à cidade assistir a um filme no cinema. Para não serem identificados, disfarçam-se de Macacos Detetives, mas para sua surpresa descobrem que é Carnaval e todas as pessoas estão fantasiadas! Uma história divertida que fez as delícias da turminha!

O que se seguiu foi ainda mais emocionante! A turma recebeu a visita de uma pessoa muito importante e divertida: o Prof. Domingos, que chegou com uma cabeleira vermelha muito gira! Mas como a turma estava toda disfarçada a rigor, já tinha uma cabeleira mais colorida destinada ao Sub-Diretor, que depressa trocou o adereço!

Depois foi a animação total! A atividade de Carnaval foi fazer SLIME. Misturou-se cola branca com amaciador de roupa, espuma de barbear e corante alimentar, mexeu-se muito bem e por fim adicionou-se água com burato de sódio...

Tchanaaaaan!

Aqueles ingredientes transformaram-se em SLIME.

Bem... nem todos os meninos conseguiram o mesmo resultado, mas como foi tudo misturado a olho, e com produtos de diferentes marcas, a culpa foi dos produtos, de certeza!!!

O que importa é que todos se divertiram imenso.

E para terminar em beleza, não poderia faltar um bolinho de cenoura e laranja com muitas gomas levado pela Prof. Vera

Projeto Histórias que se fazem

A história "Plantar um beijinho" escrita por Amy Krouse Rosenthal e ilustrada por Peter Reynolds foi o ponto de partida para as crianças perceberem que temos que cuidar do outro, estar atentos e mimar quem nos rodeia para sermos felizes.                                                          

Como os miminhos podem e devem ser saborosos, fizemos bombons e bolachinhas para mostrar aos nossos amigos que estamos atentos e que gostamos deles.                   

Distribuímos pela Direção, Secretaria e alguns professores e turmas mais próximos. 

Todos gostaram dos nossos miminhos!                                                  

E porque ser amigo dos que nos são próximos é muito fácil, decidimos visitar o Lar de Santana para levar um sorriso àqueles que nem sempre o têm.            

Passamos uma hora fantástica! Contamos a história Plantar um Beijinho, cantamos Ter amigos é tão bom, falamos de afetos e do nosso projeto, distribuímos bolachinhas, beijinhos e abraços... e recebemos tanto!...        

Deram-nos beijinhos e abraços com muita mais força e amizade!                    

Deram-nos rebuçados e chupa-chupas!                                                              

Ensinaram-nos a dança do Bamboleio!                                                              

Com esta atividade podemos confirmar o que nos conta a história: 

"Basta um beijinho...para a felicidade não ter fim!"

VISTA DE ESTUDO Equipa 5.1

Os alunos e professores das turmas A, B e C do 5º ano (Equipa 5.1) viajaram até São João da Madeira, onde visitaram a Fábrica do Lápis VIARCO e o Museu da Chapelaria.

Na centenária fábrica VIARCO, puderam observar a produção de diversos tipos de lápis de grafite, de cor, aromatizados, personalizados e conheceram a primeira caixa de lápis inclusiva para daltónicos. Visitar a Viarco é reconhecer a importância das coisas simples das nossas vidas, através de uma viagem encantada ao mundo dos lápis.

De uma antiga fábrica de chapéus, nasceu o Museu da Chapelaria. Na exposição permanente foram apresentadas as máquinas e ferramentas que contribuem para o processo e respetivas matérias-primas saídas de cada uma delas, desde o pêlo até ao chapéu. O Museu disponibilizou aos visitantes uma visita multissensorial com várias matérias-primas que podem ser vistas, tocadas, cheiradas... sentidas. Visitaram ainda a exposição temporária "Entre chapéus e sonhos" de Estibalitz Diaz de Durana Arias (designer de chapéus de Bilbao, Espanha). Um museu de se lhe tirar o chapéu!

Foi um dia repleto de aprendizagens nesta que foi uma visita de estudo bastante esclarecedora acerca da realidade histórica de uma das mais importantes páginas da produção industrial portuguesa.

Para "visitar" a fábrica: https://www.viarco.pt/mini-tour-360/

CORTA MATO REGIONAL

Dia 8 de fevereiro de 2019 foi dia de corta mato regional, realizado no Parque da Cidade do Porto, inserido no programa nacional do Desporto Escolar do Ministério da Educação, onde participaram um total de 3202 atletas provenientes de mais de 100 instituições de ensino (públicas e privadas), originárias do grande Porto.

O Agrupamento de Escolas de Matosinhos participou nesta prova com 33 atletas, nos escalões de Infantis A e B Femininos e Masculinos, Iniciados A e B Femininos e Masculinos e ainda no escalão de Juvenis Masculinos.

Será de realçar as classificações obtidas pela Equipa de Infantis A femininos - que alcançaram o 3.º lugar por equipas (num total de 418 atletas participantes e 74 equipas). A equipa Infantis A masculinos -alcançaram o 5º lugar (entre 426 atletas participantes e 77 equipas), e a equipa Infantis B femininos - que alcançaram o 4º lugar por equipas (num total de 476 atletas participantes e 80 equipas ).

O Agrupamento de Escolas de Matosinhos conseguiu, deste modo, o melhor registo de sempre em provas deste género, estando por este motivo de parabéns em primeiro lugar, todos os alunos que participaram, o grupo de professores de educação física desta escola, assim como todos os elementos da direcção deste Agrupamento, bem como, a restante equipa de professores e todo o pessoal auxiliar envolvido, por todo o trabalho desenvolvido e, acima de tudo, por todo sucesso alcançado. 

OBRIGADA A TODOS.

"Um dia com a escritora Maria de Lourdes Sousa" 

No passado dia 29 de novembro, a professora Maria de Lourdes Sousa, autora de dois interessantes livros infantis (existem na biblioteca do agrupamento vários exemplares) esteve presente no Auditório do nosso agrupamento para uma conversa informal e muito agradável sobre o percurso da sua escrita, bem como sobre os conteúdos das suas obras.

Um grande número de alunos do 2º e 3º ciclos de escolaridade estiveram presentes de corpo e alma nesta iniciativa, mostrando-se muito interessados e empenhados. Assim, após terem pesquisado sobre a vida e obra da autora nas aulas de Português, dirigiram imensas perguntas à referida professora que apontavam para os mais variados assuntos.

No final desta conversa multidimensional, seguiu-se uma sessão de autógrafos que fez as delícias dos participantes.

Resta-nos agradecer à professora Maria de Lourdes pela forma dedicada como saciou a curiosidade dos nossos jovens, no sentido de lhes proporcionar um bom momento de partilha de emoções que a leitura e a escrita sempre permitem.

Viva a leitura! Viva a escrita!

O GRUPO DE PORTUGUÊS

Semana multidisciplinar 7ºano 

Nos passados dias 30 e 31 de janeiro decorreram várias atividades no âmbito da flexibilidade e autonomia curricular.Além de várias visitas a diversos locais importantes da cidade de Matosinhos, os alunos tiveram oportunidade de assistir a algumas palestras sobre a pesca: com o Sr. Manuel Gonçalves que muito nos elucidou sobre as artes piscatórias presentes e passadas; com o Mestre Brandão que falou sobre as dificuldades que os pescadores sentem na sua vida profissional e por último, com o Dr. Joel Cleto que nos maravilhou com as lendas mais conhecidas da nossa cidade.A todos o nosso muito obrigado. 

Projeto "Tampinhas na Escola" 

Há alguns meses pusemos em andamento este projeto que consiste na recolha de Tampas de plástico para reciclagem.A adesão a este projeto tem por finalidade, para além da sensibilização ambiental, a possibilidade de termos uma cadeira de rodas para quando os n/ alunos se magoam e ficam temporariamente limitados na locomoção, facilitando a sua mobilidade para acederem aos elevadores que os transporta aos pisos 0 (entrada/saída da escola, PBX, biblioteca, reprografia) e piso -1 (bufete, cantina, polivalente, ginásio).Hoje fizemos a 1ª entrega na LIPOR (em Baguim do Monte) de vários garrafões cheios de...60 Kgs de tampinhas!Querem ajudar na recolha? Basta guardar as tampinhas de plástico (preferencialmente de águas, sumos...) dentro de um garrafão de água limpo ou saco transparente e entregá-lo no PBX da escola.

Para mais informações consulte o Portal Lipor: https://www.lipor.pt/pt/sustentabilidade-e-responsabilidade-social/projetos-de-responsabilidade-social/operacao-tampinhas/

Projeto Histórias Que Se Fazem

21 de janeiro de 2019

Num mês com tanto frio, a história "Adivinha quanto eu gosto de ti no Inverno" de Sam Mc Bratney e ilustração de Anita Jeram trouxe-nos o calor dos afetos e das brincadeiras em família!

Na história, a Grande Lebre Castanha e a Pequena Lebre Castanha brincaram às adivinhas, olhando para alguma coisa da natureza e dizendo o que poderia ser... também nós, ao ouvir a Vera fomos tentando adivinhar o que seria... e conseguimos sempre adivinhar!

Foi muito giro brincar com as palavras relacionadas com a palavra inicialmente dita. Por exemplo, quando a Lebre falou da árvore pensamos em folhas, tronco, raízes, ramos, frutos, flores pássaros, ninhos, esquilos e bolotas!

De seguida foi feito o registo da história com desenhos muito coloridos e expressivos.

Para casa foi uma proposta de brincar às adivinhas com a família!

Nos próximos dias apresentaremos as adivinhas recolhidas junto dos familiares...

Peça de teatro John and the Enchanted Forest, na EB de Matosinhos, para as turmas do 3º e 4º anos 

No próximo dia 11 de fevereiro, no âmbito da disciplina de Inglês, estará em cena, no auditório da sede do agrupamento, a peça de teatro John and the Enchanted Forest, dinamizada pela Companhia Círculo de Giz. Todos os alunos dos 3.º e 4.º anos terão o privilégio de assistir a esta peça bilíngue, de carácter interativo permitindo-lhes o contacto direto com a língua inglesa de uma forma autêntica e motivadora.

Comemoração da Semana da C&T 18/19, na EB de Matosinhos 

Mais uma vez o Departamento de Matemática e Ciências Experimentais da EB de Matosinhos levou a cabo a comemoração da Semana da Ciência e Tecnologia.

Os alunos do 2º e 3º ciclos, durante a manhã de 5ªfeira, estiveram envolvidos nas várias atividades dos grupos de Matemática, Ciências Naturais, Físico-Química e Informática. Na 6ªfeira, dia 18, tivemos a palestra "À conversa com um Investigador"... Tiago Fleming Outeiro, no auditório, onde falou para mais de cento e cinquenta alunos do 2º e 3ºciclos.

Semana da Ciência e Tecnologia 18/19 na Escola Básica de Matosinhos 

- Notícias Clube SPM 

A Escola Básica de Matosinhos realizou a semana da ciência & tecnologia, na manhã de ontem, quinta-feira, 17/01/19, entre as 9h e as 12 com a presença de largas centenas de alunos. O Clube de Matemática da SPM foi convidado pela escola e esteve presente nesta boa iniciativa participando em várias atividades articuladas onde envolveu a matemática, físico-quimica, ciências naturais e informática. Desde jogos matemáticos, passando por experiências elétricas, visionamento de aranhas ao microscópio, a entrada de um ovo normal numa garrafa de vidro entre outras experiências afins. 
Parabéns aos professores e alunos por esta iniciativa. Aqui ficam algumas fotos que relevam o evento.

Semana da Ciência & Tecnologia 18/19 na EB de Matosinhos 

Atividades da Semana da Ciência & Tecnologia:

- dia 17 de janeiro (5ªfeira), no polivalente, das 9h às 12h:

  • Oficinas de Físico-Química;
  • Oficinas de Matemática;
  • Oficinas de Ciências;
  • Oficinas de Informática.

COMPARECE NO POLIVALENTE DURANTE A MANHÃ

- dia 18 de janeiro (6ªfeira), no auditório: À conversa com um Investigador... Tiago Fleming Outeiro, das 9h às 10h.

Cerimónia de entrega de 

Quadros de Valor, Mérito e Excelência

No passado dia 12 de dezembro de 2018, a Escola Básica de Matosinhos, com a presença da srª Diretora, Drª Elisabete Ferreira, Diretores de Turma e Associação de Pais e Encarregados de Educação, realizou a habitual cerimónia de entrega de Quadros de Valor, Excelência e Mérito, reconhecendo, desta forma, o excelente trabalho realizado por muitos dos nossos alunos.

Foi com muito agrado que a Escola viu o auditório encher-se de pais e encarregados de educação muito orgulhosos. Os alunos premiados de 5º ano ofereceram um momento musical a todos os presentes, embelezando, assim, a ocasião.

Ensaio Aberto do Clube/Oficina de Teatro

No passado dia 12 de dezembro de 2018 o Clube/Oficina de teatro realizou uma apresentação em que foram declamados alguns poemas e efetuada uma coreografia coletiva acompanhando músicas alusivas ao Natal.

Este Ensaio Aberto permitiu aos alunos que integram o Clube/Oficina apresentarem-se pela primeira vez a uma audiência. Esta atividade levou a que os nossos alunos sentissem ansiedade, nervosismo, responsabilidade e empenho como verdadeiros atores.  

PROJETO HISTÓRIAS QUE SE FAZEM

No mês de dezembro o projeto Histórias Que Se Fazem contou com uma história magnífica!

"O Hotel Extravagância de Natal" de Tracey Corderoy, com ilustração de Tony Neal narra a vivência de Natal de dois recém-amigos, o Urso e a Rã, na descoberta da simplicidade extravagante desta época mágica (esta história pode ser vista na página de Facebook da Biblioteca EB Matosinhos).
Depois de ver a história (desta vez a prof. Vera não contou a história, apresentou-a já gravada) e falar sobre ela e todas as curiosidades que aborda, como por exemplo as auroras boreais, foi feito o registo por escrito e em desenho.
Depois, foi-se buscar as estrelas feitas em pasta de modelar, em novembro, aquando da história "A Girafa Que Comia Estrelas"... na altura os meninos ficaram sem saber muito bem para o que serviriam... pois bem! Depois de decoradas com pérolas, massinhas e purpurinas surgiu a prenda de Natal para levar para casa: uma base lindíssima para colocar uma vela! 
No último dia de aulas a prof. Vera levou um bolo de chocolate delicioso, recebeu uma surpresa preparada pela turminha e pela prof. Cidália e também deu uma prendinha à Prof. Cidália. Porque os amigos gostam de partilhar e mimar aqueles que têm um lugarzinho no seu coração!

Por fim, as duas professoras e a turma 2CBI foi à Direção entregar um postal de Natal e uma base para vela. O Prof. Domingos e a Prof. Manuela receberam os miminhos em nome da Direção e também a Ed. Regina que fazia anos teve direito a uma velinha e uma canção!

Como sempre, o Prof. Domingos esteve a conversar com os meninos e a contar as suas experiências e realizou um desejo de Natal! Uma menina queria ser pegada ao colo pelo Prof. Domingos, e assim foi!

Também ficou uma promessa: grande parte dos alunos queria receber "Slime" de prenda de Natal e quando alguns meninos disseram que era possível fazer em casa, o Prof. Domingos pediu às professoras para pesquisar para depois se combinar essa atividade!

Foi a cereja no topo do bolo!!!

A chegada da Make-A-Wish trouxe à Comunidade Educativa desta Escola um espírito de partilha, solidariedade e entrega muitas vezes adormecido.
Realizar um trabalho criativo, capaz de surpreender os olhares, não foi tarefa fácil. Para que isso se tornasse possível, a colaboração da professora Emília Guedes, na parte artística, da assistente operacional, Locas Queirós, da D.ª Elsa Rocha, da Associação de Pais, juntamente com os elementos do grupo A.L.A. tornou-se essencial e imprescindível para a realização deste projeto.
Inicialmente, foram distribuídas as estrelas pelos diretores de turma, professores titulares, assistentes operacionais e por quem se disponibilizou para as vender. A adesão ultrapassou as expectativas.
Foi dado, então, um prazo para a entrega das estrelas. Cada uma destas foi assinada pelo seu dono, fosse ele aluno, professor, encarregado de educação ou qualquer outro membro.
Posteriormente, o grupo responsável reuniu-se para tentar encontrar a melhor forma de concretizar o projeto. Depois de apresentadas algumas sugestões optou-se pela construção de uma árvore, utilizando todas as estrelas. Estas foram minuciosamente colocadas em vários fios dourados. Na base da árvore foram colocadas estrelas da Make-a-Wish e outras com mensagens elaboradas pelos nossos alunos. No final a nossa árvore de Natal ganhou vida.
Quando chegar o momento de "desconstrução" da árvore, cada estrela será devolvida a cada um dos participantes para que, desta forma, guarde para sempre a memória de um momento único e que fez a diferença na vida de alguém.

MAKE-A-WISH

Bom dia a todos (as)

Porque somos professores, para além da nossa função de ensinar, temos também, e cada vez mais, uma função educativa. Num mundo em que os valores se estão a perder e o distanciamento entre os seres humanos é bem notório, não baixaremos as mãos. Há que acordar os sentimentos, reensinar a solidariedade e o humanismo.

Há dois anos, direcionámos a nossa ação para a terceira idade e concluímos que ainda é possível a grandeza dos corações, quando apelamos às nossas crianças que contribuíssem para um Natal mais doce.

Este ano, lutamos ao lado de outra causa - a MAKE-A-WISH Portugal. Esta organização tem como missão realizar desejos que ajudam a transformar a vida de crianças e jovens (entre os 3 e 18 anos) que sofrem de doenças graves, progressivas, degenerativas ou malignas, em Portugal, proporcionando-lhes um momento de força, alegria e esperança, sempre de encontro com a sua forma de pensar e sentir.

Para uma criança que se encontra gravemente doente, a realização do seu desejo, tem o poder de impulsionar a esperança, e a esperança é o valor mais precioso que se pode proporcionar.

Por tudo que ficou dito, apelamos e contamos com o vosso contributo. Aos professores pedimos que motivem os seus alunos, aos encarregados de educação que se solidarizem e apoiem os seus educandos, aos funcionários que se juntem e divulguem também junto de familiares e amigos.

Para que possam saber mais acerca desta grande missão a que nos juntámos, enviamos vários vídeos que entendemos ser bem explícitos.

Contamos convosco e a todos(as) um muito obrigada.

O Grupo ALA

https://youtu.be/498rWpi4mJc (apresentação)

https://youtu.be/jWsnl8yr_0k (hino da Make-a-wish Portugal)

Testemunhos

https://youtu.be/kYmqu5yMAG8 (Laura - ser cozinheira por um dia)

https://youtu.be/K90ZTWqqwYE (desejo do João Pedro - conhecer os jogadores do Benfica)

https://youtu.be/W9Mo088gYG4 (desejo da Ana Filipa - ser modelo por um dia)

https://youtu.be/kjQaguv2TVE ( desejo da Maria - ir à Disneyworld)

https://youtu.be/a3xakLVbPjo (agradecimentos à Make-A-Wish)

https://drive.google.com/file/d/1SSyGV9vBR4tcBMThSFRYzMG_n5mX9FXR/view 

(Apresentação da atividade)

Projeto Histórias Que Se Fazem 

Em novembro a Prof. Vera trouxe-nos uma história que pertence ao Plano Nacional de Leitura, "A girafa que comia estrelas" de Eduardo Agualusa e ilustrações de Henrique Cayatte.

A girafa chamava-se Olímpia e andava sempre com a cabeça nas nuvens porque era muito alta e porque queria ver anjos. À noite comia estrelas que eram doces e macias e sabiam a pêssego. Um dia encontrou uma galinha-do-mato que se chamava Margarida e ficaram amigas...Juntas conseguiram salvar a savana depois de pensarem num plano para reunir muitas nuvens e fazer chover graças a um espirro da girafa Olímpia.

Todos os meninos gostaram muito da história e conseguiram explorá-la explicando o significado das expressões utilizadas pelo autor.

Com a ajuda da Prof. Cidália completaram um texto sobre a história e coloriram a imagem.Todos os alunos fizeram uma estrela em pasta branca de modelar... mas sobre isto falamos na próxima história!

S. Martinho na escola

O Agrupamento de Escolas de Matosinhos comemorou o Dia de S. Martinho com grande entusiasmo.

Assim, os alunos do 2º e 3º ciclos ficaram a conhecer provérbios e adivinhas relativos ao outono e/ou S. Martinho que pesquisaram em enciclopédias/livros ou recolheram junto de amigos e familiares.

Trabalharam, ainda, a lenda de S.Martinho, um momento para reflexão sobre as questões relacionadas com a consciência cívica/solidariedade.

Muito empenhados, elaboraram interessantes quadras alusivas à data, sendo os textos divulgados a partir de cartazes muito coloridos afixados nas salas de aula, átrio e biblioteca do Agrupamento.

Efetivamente, os nossos jovens descobriram a riqueza da nossa literatura oral e tradicional e divulgaram-na, partilhando-a com a comunidade escolar.

O grupo de Português

A Equipa 5.3 associa-se à comemoração

da Semana Europeia da Mobilidade

Na tarde do dia 12 de novembro, os alunos da Equipa 5.3. da nossa escola (turmas 5ºG, 5ºH, 5ºI e 5ºJ) participaram na atividade "Um Caminho Melhor", promovida pela Transdev em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos.

Esta iniciativa, que se integra na comemoração da Semana Europeia da Mobilidade, sensibilizou os nossos alunos para as questões da mobilidade sustentável e para o impacto negativo que as soluções individuais de mobilidade têm na comunidade. Paralelamente, foram realçados os potenciais benefícios da adoção de boas práticas para o ambiente, saúde e qualidade de vida, destacando-se as vantagens do uso do transporte público.

No final, os alunos participaram num Jogo da Glória baseado no tema da mobilidade sustentável.

Os alunos gostaram muito das atividades e ficaram, com certeza, mais sensibilizados para a necessidade de mudança de comportamentos face às questões da mobilidade.

Mais de meia centena de alunos da Escola Básica de Matosinhos participaram nas XXXVII Olimpíadas Portuguesas de Matemática

Na passada quarta-feira, dia 7 de novembro, realizou-se na Escola Básica de Matosinhos a primeira eliminatória das XXXVII Olimpíadas Portuguesas de Matemática (OPM), prova organizada pela Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) em todo o território nacional.

As Olimpíadas Portuguesas de Matemática têm como principais objetivos incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática e detetar vocações precoces nesta área do saber. São igualmente um bom treino para a resolução criativa de problemas, potenciando o desenvolvimento do conhecimento matemático.

A Escola Básica de Matosinhos participou com mais de meia centena de alunos em duas modalidades: Pré-Olimpíadas, para alunos do 5º ano (35 alunos) e Categoria Júnior, para alunos do 6º ano (39 alunos)

Os alunos melhor classificados da Categoria Júnior representarão a Escola Básica de Matosinhos na 2ª eliminatória das OPM, que se realizará no dia 9 de janeiro de 2019. Os melhores alunos das Pré-Olimpíadas (5º ano) serão distinguidos com diplomas.

Os professores do Grupo Disciplinar de Matemática foram os responsáveis por toda a logística que envolveu a implementação das XXXV OPM na Escola Básica de Matosinhos, designadamente a coordenação, vigilância e correção das provas.

CONCERTO DIDÁTICO/PEDAGÓGICO

QUARTETO DE CORDAS DE MATOSINHOS

Hoje, dia 5 de novembro de 2018, no Auditório da nossa Escola Básica de Matosinhos, teve o privilégio de receber o Quarteto de Cordas de Matosinhos.

Este Concerto foi promovido pela Câmara de Matosinhos e destinava-se às turmas do Ensino Articulado. Aproveitando esta oportunidade, mais cinco turmas de 2º ciclo da nossa escola, tiveram o prazer de assistir a este recital. 

Foi com muito agrado que todos os alunos e professores presentes puderam usufruir desta magnífica experiência.

Concurso "Lanche saudável" 

No dia 16 de outubro, as turmas das equipas 2 e 4 do 5º ano (D, E, F, K, L, M, e N), da Escola Básica de Matosinhos, participaram no concurso "Lanche saudável", para assinalar o dia Mundial da Alimentação.

Esta iniciativa teve como objetivo sensibilizar os alunos para uma alimentação saudável e equilibrada. Assim, todos os participantes das turmas apresentaram-se à hora combinada, na cantina da escola, cada um com o seu lanche. As apresentações foram feitas em mesas previamente decoradas pelos professores.

O júri do concurso, composto pelos diretores de turma e os professores de ciências e matemática, selecionou os vencedores com base nos critérios previamente definidos para um "lanche saudável".

Os alunos: Lívia Carvalho (5ºD); Leonor Bastos (5ºE); Rodrigo Carvalho (5ºF); Leonor Pereira (5ºK); Diogo Miguel e Gabriela Silva (5ºL); Ana Tato (5ºM) e Mateus Polónia (5ºN), foram premiados com um diploma e uma caneta.

Esta atividade promoveu, além da aprendizagem, um momento de convívio entre alunos e professores.

Os alunos das Equipas 2 e 4 do 5º ano

Comemoração do Dia Mundial da Alimentação na EB de Matosinhos

A comemoração do Dia Mundial da Alimentação superou as expectativas, apresentando uma grande adesão por parte dos alunos a todas as atividades propostas. 

O grupo de Ciências Naturais agradece a todos os envolvidos, com particular destaque para a nutricionista, Dra. Mariana Rei, pela palestra para alunos do 6º e 9º anos, para a Associação de Pais, que colaborou com um lanche saudável para todos os alunos da escola e para todos os alunos que apresentaram trabalhos muito criativos sobre o tema.

Sopa Verde

Um novo ano letivo se inicia e com ele retomam-se as rotinas de aprendizagem, de partilha, de camaradagem...

Também o Projeto Histórias que se Fazem recomeçou. À semelhança do ano anterior, com atividades mensais, junto dos alunos da turma 2CBI.

Com o Dia Mundial da Alimentação em agenda, nada melhor para dar início às atividades!

Esta data tão importante foi trabalhada em dois dias: o 16 e o 17 de outubro. No primeiro dia, a prof. Cidália (professora titular da turma) falou da importância dos alimentos e dos malefícios do açúcar refinado para a saúde. Os alunos estiveram a pesquisar e a elaborar um cartaz com a quantidade de açúcar presente em alimentos que os meninos tanto gostam de comer. Foi muito importante perceber que alimentos que consideram saudáveis devem ser consumidos com moderação! O nosso cartaz serviu de inspiração à psicóloga, Ana Manta, presidente da Associação de Pais da EB de Matosinhos e mãe de um aluno da turma. No seu blog "Motivar os filhos para o Estudo", escreveu sobre os efeitos nefastos que o açúcar refinado tem na capacidade do cérebro se concentrar e na capacidade de autorregulação em crianças, partilhando uma experiência pessoal. A consultar em:

https://l.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fmotivaraoestudo.wordpress.com%2F2018%2F10%2F20%2Fmenos-acucar-mais-concentracao

No segundo dia os meninos receberam a visita da prof. Vera que lhes foi apresentar o livro "A Sopa Verde".

Antes de iniciar o conto, a turma foi visitada pela Prof. Paula Moreira e por uma mãe da Associação de Pais que andavam pela escola a distribuir um sumo de fruta natural, muito saboroso e que foi uma excelente maneira de começar a atividade.

"A Sopa Verde" conta a história de um porquinho a quem o Senhor Doutor receitou comer, todos os dias, uma sopa verde com uma pitada de sal.

Como o porquinho pensava não gostar de sopa com tal cor e com tamanha mixórdia de vegetais pediu ao pai sopas diferentes, com fruta ou chocolate... conseguem imaginar a fruta com uma pitada de sal??? O porquinho também não gostou e depois de o pai exigir que comesse a sopa verde... Huuuummmmmmm!

Como no ano passado a turma fez uma sopa cheia de vegetais inteiros, muito deliciosa, decidiu-se celebrar o dia comendo uma salada de fruta (todos os meninos trouxeram uma peça diferente). Mas porque a fruta pode realmente ir para o tacho, não com sal, mas com açúcar, dando origem a doces de fruta fantásticos, a seguir à salada, todos os meninos provaram a compota com bolachinhas que a prof. Vera trouxe.

Porque todos os alimentos podem ser consumidos, mesmo os doces... desde que com cuidado e moderação!

De seguida, o registo em imagens das diferentes atividades:

Nos dias 16 e 17 de outubro decorrerá na Escola sede do Agrupamento a comemoração do Dia Mundial da Alimentação dinamizado pelo grupo de Ciências Naturais e com a colaboração da Associação de Pais.

Aquaporto 2018 - Festival da Água

Na manhã do dia 28 de setembro, os alunos e professores das turmas de 5º ano (A, B, C, D, E, F, K, L, M e N) deslocaram-se ao Parque da Cidade do Porto, junto ao Pavilhão da Água, para participarem nas atividades propostas no AQUAPORTO 2018 - FESTIVAL DA ÁGUA.

Sob o slogan "Pelo Planeta, Mãos à Água", os alunos participaram em várias atividades que visavam levar à ação através da mudança de comportamentos diários, contribuindo para que cada vez mais crianças, jovens e adultos percebam que o Planeta vive uma situação limite como resultado das alterações climáticas e que está na mão de todos agir e, assim, ajudar a inverter a situação.

A temática em questão foi abordada na sua transversalidade, focando-se não só na defesa dos recursos hídricos, mas também na preservação da biodiversidade, na promoção da eficiência energética e das energias renováveis, na reutilização e reciclagem de resíduos e na adoção de estilos de vida sustentáveis, entre outros.

Os alunos participaram ainda de forma ativa em algumas atividades lúdicas e ficaram motivados para voltarem no fim de semana com as famílias. 

"Fumar: Má(temática) Solução!",

iniciativa do Clube de Matemática da Sociedade Portuguesa de Matemática e da Escola Básica Matosinhos.

O Clube de Matemática da SPM e os alunos da Escola Básica de Matosinhos comemoraram no dia 26 de setembro, pelas 10 horas o Dia Europeu do Ex-Fumador . O embaixador deste dia em 2013 foi o músico Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés.

A ação foi um sucesso entre todos os presentes. Os alunos das professoras de matemática Ema Soares e Cristina Abreu dos 7ºB, C e D, da Escola Básica de Matosinhos querem uma escola sem fumo mas também uma casa limpa.

Carlos Marinho, professor de matemática e coordenador do clube SPM organizador do evento explicou a estes alunos como se pode poupar deixando de fumar. Essa poupança vai desde a compra de alguns manuais escolares ou pagamento de contas (água, luz, telefone, gás) (1 mês sem fumar), de uma playstation (2 meses sem fumar), uma belas férias (6 meses sem fumar), um carro novo (6 anos sem fumar) ou até uma casa confortável (20 anos sem fumar).

Tivemos a intervenção da especialista em pneumologia, a médica Joana Amado, médica do Hospital Pedro Hispano de Matosinhos , que alertou para os malefícios do tabaco.

Estiveram presentes algumas figuras públicas: Domingos Paciência (treinador de futebol) que nos deu a sua visão sobre a importância de um desporto sem fumo. Rui Licínio (melhor árbitro assistente de futebol de 2018) explicou como a arbitragem aplica sanções a quem fuma num jogo de futebol e, ainda o locutor de rádio José Araújo, referiu como a voz é importante na nossa vida. O cigarro gigante foi feito pela professora Clarisse Chaves.

Ficam aqui as melhores fotos do evento bem como as imagens das mensagens passadas na comunicação social.

Obrigada a todos os que contribuíram para mais um alerta aos nossos jovens e certamente às famílias destes.

Legendas das imagens:

Professor Carlos Marinho, responsável pelo Clube de Matemática da SPM.

Drª Joana Amado (médica), Professor Domingos (vice-diretor da escola), Rui Licínio e Domingos Paciência.

O aluno Diogo, Carlos Marinho e Domingos Paciência num momento de magia matemática.

Cigarro gigante, construído pela Dra. Clarisse Chaves, correspondente ao tabaco fumado num ano por um fumador que fume uma média de 20 cigarros por dia. 

 A Matemática a ajudar nos cálculos da poupança possível...

Concurso Anulado!

CONCURSO - Técnicos Especializados

- Aviso de abertura 1 - Terapeuta Ocupacional

- Aviso de abertura 2 - Terapeuta Ocupacional

- Aviso de abertura 3 - Terapeuta da Fala

- Aviso de abertura 4 - Terapeuta da Fala

- Aviso de abertura 5 - Fisioterapeuta

Ação Social Escolar (ASE)

Atribuição de Manuais Escolares

1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico

Informam-se os encarregados de educação dos alunos que em 2018/2019 vão frequentar o 1.º e 2.º ciclos do ensino básico que:

- Nos termos do art.º 170.º da Lei do Orçamento de Estado o regime de gratuitidade dos manuais escolares mantém-se para o 1.º ciclo e é alargada ao 2.º ciclo do ensino básico. Assim, os encarregados de educação de alunos do 1.º e 2.º ciclo não necessitam de adquirir os manuais escolares;

- De acordo com nota informativa da DGEstE sobre Reutilização e Distribuição de Manuais Escolares aos 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico 2018/2019, a aquisição e distribuição de manuais escolares no âmbito da gratuitidade (a título de empréstimo), serão geridos através de plataforma eletrónica criada para o efeito;

- Nessa plataforma, que segundo a mesma nota informativa estará em funcionamento a partir de agosto, os encarregados de educação poderão descarregar um voucher para levantamento dos manuais escolares nas livrarias aderentes.

Matosinhos, 03 de julho de 2018

A Diretora

M.ª Elisabete Ferreira

GRATUITIDADE DE MANUAIS ESCOLARES PARA TODOS OS ALUNOS DO 1.º E DO 2.ºCICLOS DO ENSINO BÁSICO (2018 / 2019 )

( 1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos do 1º CICLO e 5.º e 6.º anos do 2º CICLO)

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

Decreto-Lei n.º 33/2018

de 15 de maio

Artigo 64.º

Gratuitidade de manuais escolares

1 - No início do ano letivo de 2018/2019 é garantido a todos os alunos do 1.º e do 2.º ciclos do ensino básico da rede pública o acesso gratuito a manuais escolares.

2 - Os manuais escolares são disponibilizados aos alunos pelos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas, mediante comprovativo de receção e compromisso de devolução assinado pelos respetivos encarregados de educação.

3 - Para efeitos do disposto no número anterior, os encarregados de educação responsabilizam -se pelo eventual extravio ou deterioração do manual recebido, ressalvado o desgaste proveniente do seu uso normal, prudente e adequado, face ao tipo de uso e disciplina para que foram concebidos, estado em que foi recebido pelo aluno, idade do aluno e outras circunstâncias subjetivas e objetivas que tornem inexigível esta mesma responsabilidade.

4 - Cada aluno tem direito a um único exemplar dos manuais adotados, por disciplina e por ano letivo, sempre que possível a partir da reutilização de manuais escolares recolhidos no ano anterior na mesma escola ou em qualquer outra escola ou agrupamento que o tenha adotado.

5 - Os manuais escolares gratuitos destinam -se a ser utilizados de forma plena pelos alunos, sem prejuízo da implementação de estratégias que tenham em conta o princípio da reutilização por outros alunos no ano seguinte.

6 - Em cada agrupamento de escolas ou escola não agrupada é constituída uma bolsa de manuais escolares, composta pelos manuais utilizados pelos alunos no ano letivo anterior que se encontrem em estado de conservação adequado à sua reutilização, bem como por aqueles que sejam doados ou adquiridos pela escola ou agrupamentos de escolas para suprir necessidades do ano seguinte.

7 - O membro do Governo responsável pela área da educação define os procedimentos e condições de disponibilização gratuita e de aquisição através de vale, uso, devolução e reutilização dos manuais escolares.

8 - O membro do Governo responsável pela área da educação define ainda, nos termos da legislação aplicável, as condições de adoção e certificação de manuais escolares que potenciem a reutilização de manuais em todos os graus de ensino.

A Diretora;

Elisabete Ferreira

Ação Social Escolar (ASE)

Atribuição de Manuais Escolares

3.º Ciclo do Ensino Básico

Solicita-se a todos os Encarregados de Educação que se candidataram a atribuição de subsídio escolar para o ano letivo 2018 - 2019 (alunos dos 7.º, 8.º e 9.º anos) que não adquiram manuais escolares, sem estar afixada indicação dos manuais que irão ser atribuídos aos alunos.

Matosinhos, 03 de julho de 2018

A Diretora

(M.ª Elisabete Ferreira)

INFORMAÇÃO

Manuais Escolares

Alunos do 3.º Ciclo (7.º, 8.º e 9.º anos) 

Informam-se todos os encarregados de educação de que devem aguardar indicação dos respetivos professores no dia de apresentação / início do ano letivo, sobre a necessidade de compra dos manuais escolares das seguintes disciplinas:

  • Educação Moral e Religiosa Católica ou Evangélica;
  • Educação Visual

Matosinhos, 03 de julho de 2018

A Diretora

(M.ª Elisabete Ferreira)

MATRÍCULAS (5º, 6º, 7º e 8º anos) - Alteração da data

Projeto "Histórias que se fazem"

18 de junho de 2018 

A última história do projeto foi contada no espaço exterior da escola, à sombra de uma árvore. Isto porque a história falava de árvores e fazia todo o sentido que estivéssemos à sua beira!

Arvontade - o país das árvores, de Lourdes Custódio, fala-nos de um país onde bastava desejar algo para que uma árvore desse como fruto o desejo dessa pessoa... apenas uma condição: os frutos deveriam ser partilhados para que a árvore continuasse a existir. Frutos como o amor, a paz, as guloseimas, as pizzas, as chupetas, entre muitos outros, faziam as delícias dos habitantes de Arvontade!

Que bom seria se os nossos desejos se tornassem realidade... os meninos da turma 1CBI partilharam entre si os seus desejos e foi muito bonito perceber que não desejavam apenas bens materiais, mas também a paz, os beijos e abraços, a desculpa, a alegria, a comida para que não houvesse fome...

Depois desenharam os seus desejos em forma de árvore e levaram a tarefa de contar em casa, à família, a história para registarem os desejos dos familiares.

E como no início da Primavera se fez na sala as sementeiras de pinheiros, a história deu o mote para uma das atividade que finalizou o ano letivo de 2017/2018: a plantação de pinheiros no recreio da escola!

Festa da Matemática
 
Com mais um ano a terminar, aproxima-se a Festa da Matemática. É um momento de convívio entre alunos, professores e pais, que pretende valorizar o empenho dos alunos nas atividades extra-curriculares dinamizadas pelos docentes de Matemática.

Gostaríamos de ter a presença de todos os que participaram.

CONCURSO DE FLAUTA BISEL

Como já vem sendo habitual todos os anos no nosso Agrupamento, realizou-se no dia 5 de junho o Concurso de Flauta de bisel 2018. Todos os alunos representaram muito bem as suas turmas tendo um excelente desempenho. No final, a Srª Diretora, Drª Elisabete Ferreira entregou os certificados, diplomas e prémios a todos os participantes.Parabéns a todos.

Projeto Histórias que se fazem

28 de maio de 2018

A história do mês de maio foi contada num cenário completamente distinto do habitual.

Fomos ao Parque Ecológico do Monte de S. Brás porque a história escolhida pelas Professoras Cidália e Vera, uma obra do Plano Nacional de Leitura, "A Ovelhinha Preta" de Elizabeth Shaw, merecia algo diferente e os meninos também!

Assim, e porque o Parque pertencente à Autarquia, não possui as ditas ovelhas, as responsáveis articularam com o Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo e dessa forma tivemos a possibilidade de ver e tocar os animais de que nos falava a narrativa.

Depois de contada e explorada a história percebemos que a ovelhinha diferente foi a mais perspicaz e a que salvou todo o rebanho, por isso não podemos deixar que se marginalize ninguém pelas suas diferenças.

De seguida fomos dar uma volta pela quinta. Vimos inúmeros legumes, aromáticas e flores... Percebemos a forma como se deve tratar da horta... Falamos de reciclagem, separação de lixo, compostagem... tudo termos um pouco difíceis mas que sabemos que são muito importantes e por isso vamos começar a estar mais atentos para saber o que fazer para ajudar o planeta!

Por fim, já na escola, nos dias que se seguiram, fizemos trabalhos de sequências e padrões à semelhança do que fez o pastor com as lãs das ovelhinhas pretas e brancas e decoramos ovelhinhas com a ajuda dos pais para depois enfeitar a nossa sala.

  • AVISO
  • Devido à realização das provas de aferição do 5ºano, no dia 8 de junho (6ªfeira), há as seguintes alterações:* para os alunos de 5ºano:
    -entrarão na escola às 9h30m;-terão de se fazer acompanhar do cartão de cidadão, obrigatoriamente;-a prova termina às 11h30m e os alunos irão para casa.
    * para os alunos de 7º e 8º anos:
    - não terão aulas no turno da manhã;                                                                              - terão aulas no turno da tarde, normalmente.
    Durante toda a manhã do dia 8, os alunos não poderão ter acesso a qualquer cacifo do corredor 1 (sala 1 a 14).
  • AVISO
  • Devolução das chaves e das cauções dos cacifos
  • Conforme consta do Regulamento de Utilização dos Cacifos, os alunos devem entregar as chaves dos cacifos ao Diretor de Turma ou ao Professor Titular, para se proceder à devolução das cauções depositadas no início do ano.

    As chaves devem ser devolvidas, o mais tardar, até:

    • 6 de junho 2018 - para o 9º ano
    • 15 de junho de 2018 - para o 5º, 6º, 7º, 8º anos
    • 22 de junho de 2018 - para o 1º, 2º, 3º, 4º anos.

    O valor da caução será posteriormente devolvido para o cartão do próprio aluno e pode transitar para o ano letivo seguinte.

    Apenas os Encarregados de Educação, caso o pretendam, podem levantar esse valor, na Reprografia, mediante a apresentação do cartão do aluno.

    Após o dia 20 de julho de 2018, nenhuma caução será devolvida.

Concurso literário "Uma aventura Literária 2018 (Eq.5.1) 

O trabalho da aluna nº18 do 5ºC (Equipa 5.1), Mariana Carvalho, da Escola Básica de Matosinhos, foi distinguido (entre 14.643 trabalhos) com uma Menção Honrosa no concurso "Uma Aventura... Literária 2018".A aluna irá receber um Diploma de Menção Honrosa e um livro da Editorial Caminho.Que esta distinção seja um incentivo à leitura, à escrita e à criatividade.

Muitos parabéns!

A professora, Ana Paula Cabral 

Resultado do Concurso "Uma aventura Literária 2018" (Equipa 5.1) 

O trabalho da aluna nº 2, do 5ºA (Equipa 5.1), Beatriz Rodrigues Silva, da Escola Básica de Matosinhos, foi distinguido (entre 14 643 trabalhos) com uma Menção Honrosa no concurso "Uma Aventura ... Literária 2018".A aluna irá receber um Diploma de Menção Honrosa e um livro da Editorial Caminho.Que esta distinção seja um incentivo à leitura, à estrita e à criatividade.

Muitos parabéns!

A professora, Ana Paula Cabral 

4ª Gala "Aqui há Talento"

Realizou-se no dia 30 de maio, pelas 18 horas, no Auditório da Escola Básica de Matosinhos, a 4ª edição do "Aqui há talento!" que contou com a participação de alunos do 1º, 2º e 3 ciclos. Este evento, superou as expectativas do grupo organizador (A.L.A), já que os alunos aderiram de forma muito dedicada, empenhando-se imenso nas atividades que exibiram: dança, artes marciais, canto, patinagem e teatro.

Mais uma vez, os diversos talentos que andam ocultos na nossa escola foram revelados

No "Aqui Há Talento!" valeu tudo menos não ter talento! A criatividade e a imaginação foram fatores fundamentais em cada atuação. Com este formato pretendeu-se divulgar a descoberta de talentos, partindo do pressuposto de que todos possuem capacidades fundamentais que se destacam e consequentemente possibilitam o êxito em alguma habilidade quando estimulada/ trabalhada de forma adequada e promovem a inclusão como se pode testemunhar na pequena peça de ballet que foi apresentada. A passagem pelo palco da nossa escola da atuação da Mariana Martins e Inês Abreu irá ficar na memória de todos os convidados: pais/EE, Associação de País, participantes, docentes que não deixaram de nos apoiar e elementos do ALA.

Pretendeu-se desta forma proporcionar um bom entretenimento a todos os participantes e suas famílias realçando a imagem de uma escola dinâmica.

Queremos agradecer a todos aqueles que direta ou indiretamente contribuíram para a concretização desta festividade, salientar a participação do nosso ex-aluno Sérgio Ferreira que tem vindo a fazer questão de participar em todas as galas e louvar a participação do ensino especial, que terá sempre as portas abertas para futuras atuações.

A descoberta da competência por trás de um sorriso foi a função do grupo A.L.A.

Missão cumprida. Até para o ano!

Miguel Costa vence, pelo segundo ano consecutivo, o campeonato do mundo de Cálculo Mental 

O Agrupamento de Escolas de Matosinhos orgulha-se do desempenho do aluno Miguel Costa, do 6º Ano, turma D, que brilhou entre os 43 mil participantes deste Campeonato 

Miguel Costa, 12 anos, aluno do 6º D da Escola Básica de Matosinhos, sagrou-se CAMPEÃO MUNDIAL de cálculo mental pelo segundo ano consecutivo, após vencer, no seu escalão, a final do XII Campeonato Internacional Escolar SuperTmatic, realizada online neste mês de maio.

O Miguel foi o mais rápido dos 42910 alunos (!), de 20 países, a resolver mentalmente as 15 expressões numéricas que constituíram a prova, tendo gasto apenas 48,20 segundos (média de 3,21 segundos por expressão), menos 1 segundo que o segundo classificado, um aluno de Pamplona, Espanha, e menos 4,8 segundos que o terceiro, um estudante de Malta.

Saliente-se que os restantes alunos da nossa escola que participaram nesta final, depois de vencerem as eliminatórias interturmas, obtiveram também resultados meritórios que devem ser destacados. Saudamos especialmente a participação nesta competição de cálculo mental, pela primeira vez, de alunos do 1º ciclo do nosso Agrupamento, situação que nos dá esperança na continuação dos bons resultados no futuro.

Tendo presente a qualidade dos resultados obtidos e o empenhamento de todos, podemos afirmar que a participação do Agrupamento neste concurso matemático atingiu plenamente os objetivos a que se propunha: fomentar o interesse pela prática do cálculo mental; desenvolver destrezas numéricas e de cálculo: reforçar a componente lúdica na aprendizagem da Matemática; detetar e promover talentos na área do cálculo mental.

Parabéns a todos os alunos participantes, na fase de apuramento e na grande final online, parabéns aos vencedores - em particular ao nosso grande campeão Miguel Costa - e aos professores que os motivaram e promoveram a participação do Agrupamento.

ALUNOS DA EQUIPA EDUCATIVA 6.3 

VISITARAM A GALERIA DA BIODIVERSIDADE, O JARDIM BOTÂNICO E A EXPOSIÇÃO PHOTO ARK

No dia 12 de abril de 2018, no âmbito da disciplina de Ciências Naturais (Prof.ª Júlia Caldeira), os alunos da Equipa Educativa 6.3 - turmas 6ºG, 6ºH, 6ºI e 6ºJ - realizaram uma visita de estudo ao Jardim Botânico, à Galeria da Biodiversidade, da Universidade do Porto, e à exposição fotográfica "Photo Ark".

Apesar do tempo chuvoso, a visita ao Jardim Botânico revestiu-se de muito interesse, pois os monitores, sem descurarem o rigor científico, comunicaram com os alunos de forma bastante acessível, responderam a todas as dúvidas e satisfizeram a sua curiosidade natural.

Na visita à Galeria da Biodiversidade, os alunos, também acompanhados por guias especializados, tiveram oportunidade de explorar um espaço onde a arte se cruza com a biologia e a história natural, num percurso concebido para celebrar a diversidade da vida ao longo de 49 módulos expositivos e instalações.

No final da visita, ainda houve tempo para explorar e admirar a exposição fotográfica "Photo Ark", do fotógrafo da National GeographicJoel Sartore, que retrata mais de 40 espécies, algumas em vias de extinção, de forma muito expressiva. Esta exposição, de grande qualidade e beleza, sensibilizou os alunos para a problemática dos animais ameaçados e seus habitats, bem como para a pertinência da proteção destas espécies e da biodiversidade.

ALUNOS DA EQUIPA EDUCATIVA 6.3 PARTICIPARAM NA AÇÃO 

"LAÇO AZUL - DIZ NÃO AOS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA"

Alunos da Equipa Educativa 6.3 (turmas 6ºG, 6ºH, 6ºI e 6ºJ) participaram na inicitiva promovida pela CPCJ de Matosinhos e intitulada "LAÇO AZUL - DIZ NÃO AOS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA". Eles ajudaram a construir, com calças de ganga cosidas umas nas outras, o enorme laço que se encontra no átrio da escola e escreveram frases alusivas ao tema dos direitos das crianças.

Esta atividade, que pretende despertar consciências e assinalar a importância de prevenir os maus-tratos na infância, foi dinamizada pela prof.ª Emília Guedes (EV / ET) e contou com a colaboração das técnicas do Gabinete Social e da D. Adélia Pinto.

Concerto na Escola

No dia 7 de maio pelas 18:30, realizou-se um concerto no auditório da Escola Básica de Matosinhos, com a participação das três turmas da Equipa 6.2: 6ºD, E e F. Após vários ensaios no decorrer das aulas de Educação Musical, a Professora Cristina Aguiar e os Estagiários de Mestrado de Educação Musical levaram ao palco os alunos com várias interpretações, vocais, instrumentais e de movimento. O programa incidiu em peças de vários géneros musicais, das quais salientamos as peças contemporâneas e de criação dos alunos.

Foi um grande momento musical, com a plateia a aplaudir entusiasticamente.

Os nossos alunos estão de Parabéns!

IAVE - TIMSS (Estudos Internacionais) 

Projeto "Histórias que se fazem"

Ver Vídeo 

O conto do mês de abril serviu de mote para prepararmos um dia muito especial: o Dia da Mãe!

A história, "Adivinha quanto eu gosto de ti" de Sam Mc Bratney, encheu-nos de ternura e vontade de medir o amor que sentimos pela nossa mãe...

Ao som da música de André Sardet, "Adivinha quanto gosto de ti", falamos de sentimentos, de unidades de medida, da possibilidade de medirmos o amor... será que o amor se mede?

Pensamos não ser possível medi-lo mas podemos demonstrá-lo por palavras e principalmente por gestos e atitudes no dia-a-dia.

Mas, porque a mãe merece um dia especial e um miminho para recordar, fizemos um postal com uma flor, uma fotografia e um desenho, tudo feito com muito amor e carinho e com a ajuda da Prof. Cidália e da Prof. Vera.

Um grande beijinho para todas as Mães!

Avaliação internacional do desempenho dos alunos do 4.º e do 8.º ano de escolaridade em Matemática e Ciências, desenvolvida pela IEA
Do nosso Agrupamento participam, neste ano, 2 turmas da EB Matosinhos e 1 turma da EB Florbela Espanca, todas do 4ºano.

Exposição dos trabalhos de EV/ET - Equipa 6.3 (6ºG, 6ºH, 6ºI, 6ºJ) 

Encontra-se patente no átrio da escola-sede, uma exposição de trabalhos realizados por alunos da Equipa Educativa 6.3 (turmas 6ºG, 6ºH, 6ºI e 6ºJ), no âmbito das disciplinas de EV e ET (prof.ª Emília Guedes), versando o tema "Património. Conceito e evolução".

Um registo de imagem destes trabalhos pode ser visto em: https://vimeo.com/262400493

Este tipo de iniciativas tem sido uma constante, pelo que periodicamente são expostos novos trabalhos realizados pelos nossos pequenos GRANDES artistas, sobre as novas temáticas abordadas.

Projeto "Histórias que se fazem" 

O mês de março foi repleto de datas festivas para se trabalhar!

No dia 12 o livro "Os Ovos Misteriosos" de Luísa Ducla Soares encantou a nossa turma pela ternura com que a galinha chocou e cuidou dos seus cinco ovos dos quais saíram cinco filhotes muito diferentes: um era crocodilo, o outro serpente, outro papagaio, o outro avestruz e só um era mesmo pinto! Com todas as dificuldades por não conseguir voar ou rastejar e até conseguir comidas diferentes, a galinha a todos amava e ajudava e todos depois se uniram para ajudar o irmão, o verdadeiro filho da galinha.

Esta história foi o mote para a prendinha de Páscoa que fizemos, ao mesmo tempo que celebramos a chegada da Primavera! Um vasinho em forma de galinha com uma flor muito bonita chamada Amor-Perfeito.

Também fizemos desenhos, fichas para ligar algarismos ao número de ovos, para identificar letras e para fazer contagem de sílabas referentes ao nome dos animais presentes na história...

Já no dia 19 "As gravatas do meu Pai" de Pedro Seromenho fizeram-nos compreender que os meninos querem ser crescidos como o pai para serem importantes e respeitados! E usando as suas gravatas pensam conseguir isso mais depressa. Mas as gravatas, como as pessoas, podem ser divertidas, tristes, aventureiras, apaixonadas... e escolher uma gravata não é fácil! Ser crescido e fazer escolhas também não, por isso, o menino da história achou melhor escolher um grande laço e esperar para crescer sem nunca deixar de ser criança!

Depois falamos dos nossos pais, das suas características, do que mais gostamos nele e fizemos um postal com um desenho - O Meu Pai e Eu - para lhe oferecer!

Concurso matemático PANGEA - Unir todos através da Matemática

Decorreu no dia 21 de março, na escola sede, a 1.ª fase do Concurso de Matemática Pangea, que consistiu na realização de uma prova de Matemática abordando os conteúdos da disciplina.

Participaram neste evento cerca de setenta alunos dos 5º e 6º anos, e dois do 3º ciclo, tendo a prova sido realizada através de uma plataforma digital, nas salas de informática.

Com este concurso, que se realiza atualmente em dezassete países europeus e tem como lema "A Matemática une", pretende-se reforçar o entusiasmo pela Matemática em estudantes de diferentes locais, estratos sociais e níveis de ensino, e possibilitar a partilha das suas experiências.

Para a 2.ª fase do concurso, e por estarem entre os 100 melhor classificados na região Norte, foram apurados os alunos:

Matilde Rodrigues e Pedro Lima, do 5º ano

Carlota Menezes, Juliana Oliveira, João Miguel Matos e Tomás Santos, do 6º ano.

A 2ª fase será disputada no dia 28 de abril, no ISEP (Porto).

Os professores de Matemática felicitam todos os alunos participantes.

Orçamento Participativo das Escolas (resultados)

VOTAÇÃO NO DIA 22 DE MARÇO DE 2018

(alunos do 3º. Ciclo)

PROPOSTAS A VOTAÇÃO:

  • RÁDIO NA ESCOLA (GREM) - proposta para divulgação de música e avisos importantes.
  • SKATES NA ESCOLA - proposta para aquisição de skates que possam ser usados nas aulas de Ed. Física.
  • TEATRO NA ESCOLA - proposta para contratação de uma pessoa que dinamize atividades de teatro e afins com os alunos, durante um período letivo.


EXTRATOS DO REGULAMENTO

Artigo 8.º

Divulgação e Sessões de Esclarecimento

1. As sessões de divulgação e de esclarecimento, decorrem de 12 a 21 de março de 2018 no edifício da escola sede.

2. Cada proponente deve definir a forma de apresentação / divulgação da sua proposta, não podendo haver perturbação do normal funcionamento da escola.

3. São expressamente proibidos atos de intimidação ou silenciamento que perturbem os princípios da liberdade de expressão e igualdade de oportunidades.

Artigo 9.º

Votação dos Projetos

1. A votação dos projetos finalistas é feita no dia 22 de março de 2018.

2. Para assegurar o regular funcionamento das mesas de voto, a presidente do Conselho Geral designará uma comissão eleitoral na escola sede, constituída por um professor e cinco alunos.

4. Compete à comissão eleitoral:

a) Realizar a abertura da mesa de voto;

b) Garantir a possibilidade de todos os estudantes do 3.º ciclo do ensino básico votarem, em liberdade, na proposta da sua preferência;

c) Realizar a contagem dos votos, no dia em que decorre o ato eleitoral;

d) Proceder à apresentação pública dos resultados, no máximo, cinco dias úteis após a votação.

5. Caso só se encontre uma proposta a votação, a mesma só é considerada aprovada se obtiver 50% mais um dos votos.

6. Caso haja mais do que uma proposta a votação, é aprovada a proposta que obtiver o maior número de votos validamente expressos.

7. Caso as propostas mais votadas tenham recebido exatamente o mesmo número de votos, realizar-se-á uma segunda volta entre estas, no dia 23 de março de 2018.

  • Para a segunda volta não haverá nova campanha eleitoral;
  • Os procedimentos e comissão eleitorais serão os mesmos da primeira volta;
  • Será eleita a proposta mais votada na segunda volta.

CAMPEONATO DE JOGOS MATEMÁTICOS

Mais de uma centena e meia de alunos participaram nos jogos 

Realizou-se na nossa escola, esta quarta-feira, dia 28 de fevereiro, a eliminatória do 14º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, na qual participaram 152 alunos do 2º e 3º ciclos.

Após uma competição renhida, foram apurados os seis vencedores que irão representar a Escola Básica de Matosinhos na final nacional, em Torres Vedras, no próximo dia 16 de março.

De registar a motivação e o salutar espírito competitivo evidenciados por todos os jovens jogadores, vividos num ambiente de grande amizade e companheirismo.

A todos os alunos que participaram nesta atividade, os professores de Matemática enviam muitos parabéns, já que é no empenho que reside o segredo do sucesso.
Aos vencedores, que representarão a nossa escola no Campeonato Nacional, em Torres Vedras, votos de BOA SORTE!

PROJETO "HISTÓRIAS QUE SE FAZEM" - Turma 1CBI 

Fevereiro foi o mês da história "As filhotas da Dona Centopeia" de Lourdes Custódio.

Com esta história, os alunos perceberam que temos que respeitar as diferenças: todos temos características diferentes! A cor dos olhos, do cabelo, da pele...a altura, o peso, problemas de visão, a forma como gostamos de nos vestir e muitas outras coisas que nos fazem diferentes...

Como todas as filhotas tinham uma cor diferente, ficamos a conhecer o nome de cores que não conhecíamos, como por exemplo, o anil e o violeta!

Para ficarmos com o registo desta história de uma forma marcante, surgiu a ideia de fazer uma centopeia gigante com círculos de cores diferentes que representam os meses do ano, nos quais, cada criança colocou uma centopeia pintada por si, com a sua fotografia e o dia em que faz anos.

Semana das Línguas 

Pelo 5ºano consecutivo, entre os dias 20 e 23 de fevereiro, o Departamento de Línguas em colaboração com a Biblioteca levou a cabo a atividade intitulada "Semana das Línguas", com um diversificado leque de ações, cujo ponto alto foi o almoço típico na cantina, com uma ementa tradicional correspondente ao país que naquele dia se comemorava. 
Assim, de 3ª a 6ª feira, cada disciplina comemorou de forma muito especial o seu dia: os alunos realizaram com responsabilidade, interesse e dedicação pequenos trabalhos atinentes a aspetos culturais, literários e tradicionais dos países cuja língua aprendem. Há a destacar o mapa de Espanha com as suas múltiplas províncias e o que de melhor cada uma pode oferecer; a tricolor bandeira francesa, não esquecendo as palavras-chave que definem os ideais de uma sociedade mais justa "Liberté", "Fraternité" e "Igalité"; as curiosidades e os provérbios do sábio povo português e, enfim os trabalhos de grupo produzidos no âmbito das quatro disciplinas... 
A generalidade dos trabalhos está exposta na sala de aula e/ou biblioteca e podem ser visitados e apreciados por toda a comunidade escolar.
Outras ações de âmbito cultural e específico de cada disciplina ocorreram em contexto de sala de aula ao longo da semana citada. Em suma, foram quatro dias cheios de surpresas bem agradáveis e os professores do departamento estão de parabéns. A eles um muito obrigado.
O Departamento de Línguas

Teatro Interativo em Inglês

No passado dia 31 de janeiro, os alunos das turmas do 8º ano, acompanhados pelas professoras Ana Paula Moreira e Fátima Pedroso, assistiram a uma peça de teatro interativo em Inglês denominada "Murder and Mayhem at Montague Manor", no Auditório Paroquial de Mafamude. Esta atividade, inserida no Plano Anual de Atividades da Equipa 8, teve por objetivos motivar os alunos para a aprendizagem e promover o contacto com a língua estrangeira fora do contexto da sala de aula.

A fantástica prestação dos dois atores em palco e o enredo divertido e hilariante da peça "prenderam" a atenção de toda a plateia.

Além disso, os momentos interativos da peça tiveram participações surpreendentes de três dos nossos alunos.  

Palestra

"Alimentação saudável na prevenção da Obesidade Infantil e dos seus riscos para a saúde"

A Equipa Educativa 6.3 promoveu no passado dia 21 de fevereiro, no auditório da nossa escola, uma palestra intitulada "Alimentação saudável na prevenção da Obesidade Infantil e dos seus riscos para a saúde",direcionada especialmente para os pais e encarregados de educação, proferida pelas médicas pediatras Drªs. Carla Laranjeira e Cristina Ferreira.

Esta iniciativa, que contou com a presença da diretora do Agrupamento, Dr.ª Elisabete Ferreira, teve como principal objetivo esclarecer os pais e educadores sobre os princípios fundamentais para uma alimentação equilibrada, bem como os riscos e doenças associados a erros alimentares.

A Dr.ª Carla Laranjeira, diretora do Grupo Nacional de Estudo e Investigação em Obesidade Pediátrica (GNEIOP) e colaboradora no ensino pós-graduado na área da Nutrição Pediátrica da Universidade Católica do Porto, foi a oradora principal nesta sessão, onde abordou conceitos importantes para a criação de bons hábitos alimentares, tendo transmitido diversas orientações de ordem prática para facilitar o planeamento e a elaboração das refeições por parte dos pais, de modo a conciliar qualidade, moderação de custos e gestão de tempo.

Fazendo uma resenha da sua intervenção, destacamos alguns dos temas abordados: analisou a roda dos alimentos, referindo quais os grupos de alimentos, as quantidades/porções a ingerir e o respetivo valor calórico; apresentou sugestões de confeção de lanches e outras refeições saudáveis e económicas para toda a família; sublinhou a importância dos bons hábitos alimentares e da atividade física para a saúde e despenho escolar das crianças; clarificou alguns conceitos pré-concebidos em relação a mitos alimentares; destacou a importância da sopa numa alimentação saudável; valorizou o "educar pelo exemplo", referindo que o adulto deve ser exemplo para as crianças, através da prática de uma alimentação variada e saudável.

A sessão terminou com um momento de debate, no qual os participantes colocaram questões às oradoras, demonstrando assim a importância dos temas abordados.

A Equipa 6.3 agradece a presença dos pais e encarregados de educação na sessão e a disponibilidade das Drªs. Carla Laranjeira e Cristina Ferreira.

Participa com os teus colegas no Orçamento Participativo das Escolas 

Pelo segundo ano consecutivo, os estudantes do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário vão poder decidir o que querem melhorar na sua escola. Para isso, precisam de ter uma ideia, reunir apoio e, claro, conseguirem os votos dos colegas! Trata-se de um processo democrático que acontece em cada escola.
A melhor proposta será votada no final de março.

PROJETO “HISTÓRIAS QUE SE FAZEM”

No mês de janeiro o projeto estendeu-se por vários dias:

- Começou com o conto “Os vizinhos da casa Azul” de Vera do Vale e Francisca Oliveira. Este livro conta-nos a história de dois vizinhos, tristes com a chegada do outono, que se desentendem porque deixam de dialogar e preferem chatear… como resolveram o seu arrufo? Com a harmonia de uma orquestra!

- Seguiu-se a visualização de um Power Point com vários instrumentos e respetivos sons.

- Exploração de instrumentos trazidos para a sala.

- Desenho de instrumentos conhecidos.

- Trabalho orientado pela prof. de Música, a prof. Elisa: ensaio de uma canção (primeiro acompanhada por instrumentos sem ritmo e depois com harmonia.

Com esta história, os alunos ficaram a conhecer diferentes instrumentos e que é necessário saber tocá-los… também perceberam a importância do diálogo e da amizade para conseguir atingir um objetivo!

"Motos de Portugal"

Exposição de trabalhos

Encontra-se no átrio de entrada da nossa escola, uma exposição dos trabalhos dos alunos da Equipa 6.3 (turmas 6ºG, 6ºH, 6ºI e 6ºJ), realizados na disciplina de Educação Visual (Prof.ª Emília Guedes), e que surgem no corolário da visita de estudo efetuada pela Equipa 6.3 à exposição "Motos de Portugal", que esteve patente na galeria municipal de Matosinhos.

O registo de imagens dos trabalhos expostos pode ser visto em:

"Um dia com... ANA SALDANHA"

O Grupo Disciplinar de Português do Agrupamento de Escolas de Matosinhos - Escola Básica de Matosinhos informa que, no dia 27 de fevereiro de 2018, alguns alunos dos 2.º e 3.º ciclos irão participar na atividade "Um dia com...", onde terão um encontro com a escritora Ana Saldanha.

Este encontro tem como principais objetivos: situar obras literárias em função de grandes marcos históricos e culturais; ler e escrever para fruição estética; apreciar textos literários e contactar com uma autora, no sentido de compreender a complexidade da produção escrita.

A escritora fará duas sessões, no Auditório do Agrupamento de Escolas de Matosinhos, que terão lugar às 09h10 e às 10h20, para o 2.º ciclo e 3.º ciclo, respetivamente.

No final das sessões, haverá uma sessão de autógrafos.

Os livros da autora estarão disponíveis para aquisição na Biblioteca do Agrupamento de Escolas, a partir do dia 15 de fevereiro, com um desconto de 20%.

O Representante do Grupo de Português

Ilídio Arribada Cadime

"Teatro na Escola"

O Grupo Disciplinar de Português do Agrupamento de Escolas de Matosinhos - Escola Básica de Matosinhos vai realizar, no dia 19 de fevereiro de 2018, a atividade "Teatro na Escola", em colaboração com a Companhia Profissional de Teatro EDUCA.

Durante o período da manhã, os alunos do 2.º Ciclo assistirão à representação de uma adaptação de "O Príncipe Nabo", de Ilse Losa e "Ulisses - O regresso a Ítaca", de Maria Alberta Menéres. O período da tarde será destinado aos alunos do oitavo e nono ano de escolaridade, a quem será apresentado o "Auto da Barca do Inferno", de Gil Vicente.

Entre outros objetivos, pretende-se, com esta atividade, levar os alunos a tomarem consciência do modo como os temas, as experiências e os valores são representados nos textos literários e desenvolver neles o sentido de apreciação estética das obras literárias.

As representações teatrais decorrerão no Auditório do Agrupamento de Escolas de Matosinhos, nos seguintes horários:

- "O Príncipe Nabo", de Ilse Losa (5.º Ano): a partir das 09h10;

- "Ulisses - O regresso a Ítaca", de Maria Alberta Menéres (6.º Ano): a partir das 11h25;

- "Auto da Barca do Inferno", de Gil Vicente: a partir das 15h25.

O Representante do Grupo de Português

Ilídio Arribada Cadime

Cumprindo a tradição, o Agrupamento de Escolas de Matosinhos com os alunos de Pré escolar e 1.º Ciclo, foi cantar as janeiras à Câmara Municipal, Junta de Freguesia e EB de Matosinhos.

Bom Ano de 2018

Semana da Ciência & Tecnologia2017/18 - EB de Matosinhos

Na 5ªfeira, dia 18 de janeiro, na Escola Básica de Matosinhos, organizado pelo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais, comemorou-se a Semana da Ciência&Tecnologia com a realização de oficinas relativas às 4 áreas disciplinares deste departamento: Matemática, Ciências Naturais, Físico-Química e Informática.
Durante a manhã os alunos dirigiram-se ao polivalente onde participaram em jogos de matemática, passatempos, atividades experimentais e laboratoriais.
Um dos objetivos foi chamar a atenção para o mundo que nos rodeia, com a realização de algumas experiências e jogos simples, sempre de uma forma lúdica e divertida, aumentando a curiosidade e o gosto pelo saber nas diversas áreas das ciências.

Exposição do 9ºano - Prevenção Rodoviária 

Com os desdobráveis elaborados pelos alunos do 9º ano, no âmbito da disciplina de Físico-Química, a exposição, patente na biblioteca da escola, pretende sensibilizar a comunidade para a Prevenção Rodoviária.Quando um condutor se faz à estrada, tem de ultrapassar um verdadeiro "labirinto" de obstáculos imprevistos para "conduzir" a sua vida, e a dos outros, em segurança.Reduzir as velocidades, acabar com a condução sob o efeito do telemóvel ou do álcool, respeitar as distâncias de reação e de travagem para se travar em segurança... tudo isto permitirá evitar colisões com esses obstáculos. Em Física, falámos em Prevenção Rodoviária; campanha para travar o aumento do número de acidentes nas estradas. Ainda assim, frequentemente aplica-se uma das frases famosas de Einstein: "A teoria e a prática são a mesma coisa, na teoria. Na prática, não são."O número de mortos nas estradas portuguesas aumentou este ano (2017) cerca de 17%, tendo os acidentes rodoviários provocado 378 vítimas mortais, indicou recentemente a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). O pior distrito é o Porto, seguido de Setúbal e Lisboa.

Na estrada, conduza a sua vida em Segurança !

Projeto "Histórias que se fazem"

Um Natal Espacial de Susana Azevedo 

O Projeto da turma 1CBI vai cada vez mais longe... desta vez foi até ao espaço e lá os meninos puderam ver as estrelas e os planetas com os presentes que os animais da selva mais desejavam!

Com este conto, os alunos da Professora Cidália perceberam como a magia do Natal se mistura com o sonho e estes com as tradições de cada família de tal forma que a dúvida de sempre se manteve:

O Pai Natal existe mesmo?

A esta pergunta juntaram-se outras relacionadas com a história: Foi o Pai Natal quem trouxe as prendas para os animais da selva? O Gorila Zé Reguila e o Chimpanzé Barnabé foram mesmo ao espaço num trenó-foguetão? Será que viram os pedidos nas estrelas? Será que cada planeta tinha os presentes que cada animal mais desejava?...

Sonho ou magia, o que importa é viver o Natal com alegria e em espírito de união. Cada família tem a sua forma de viver e acreditar...

E como se tratava de uma história inserida no Projeto "Histórias que se fazem" seguiram-se uns trabalhinhos muito interessantes! Cada menino decorou um marcador de livro, a seu gosto. Foi entregue um desenho com uma árvore de Natal e uma caixa para cada aluno decorar o pinheiro de forma criativa e colar na caixa um recorte do presente que mais deseja neste Natal. Foi entregue um desenho com uma mesa para que cada criança, juntamente com os seus pais, possa registar com desenhos ou recortes de folhetos de supermercado, quais as suas tradições de Natal à mesa. E por fim... um lanchinho de Natal com uns quadradinhos de bolo de chocolate e de cenoura devidamente cobertos por gomas e pintarolas que a Vera trouxe para partilhar com os seus amiguinhos de projeto!

Um Natal Espacial para todos!

Projeto "Histórias que se fazem"

A que sabe a Lua? de Michael Grejniec

Esta pergunta faziam todos os animais da selva sempre que olhavam para a Lua tão bela e redonda... até que um certo dia, todos se uniram e, juntos, conseguiram alcançá-la!

E qual era então o seu sabor? A Lua sabia exatamente àquilo que cada um mais gostava...

Também os meninos da turma 1CBI ao ouvir esta história pensaram a que saberia a Lua se pudessem prová-la... pizza, batatas fritas, queijo derretido, chocolate, hambúrguer, gomas, fruta, massa com atum...

Para a Vera, que contou a história, a Lua sabia a bolachinhas caseiras, e como a história fala de união e amizade, nada melhor que partilhar com os novos amigos as suas deliciosas bolachas!

Uma vez que esta história faz parte do Plano Nacional de Leitura, e foi escolhida pelo 1º ano para ser trabalhada durante o 1º período foi escolhido um local diferente para a contar: a biblioteca. Este é o espaço por excelência para o conto de uma história e foi criado o ambiente necessário, com pozinhos de perlimpimpim, para que a magia da Biblioteca e o prazer de ler e/ou ouvir uma história conquiste estes alunos.

Ao longo da semana foram sendo feitas várias atividades preparadas pelas Professoras Cidália e Vera e que a seguir se descrevem:

  • Ilustração individual de uma cartolina a reproduzir a capa do livro com a indicação do sabor da lua para cada menino/a e que se encontra em exposição na sala de aula
  • Fichas de trabalho de ordenação, contagem de sílabas...
  • Registo de ingredientes...
  • Elaboração de um livro de receitas partindo da reprodução da capa já feita
  • Confeção de bolachinhas
  • Registo da receita

Esta foi uma atividade do Projeto "Histórias que se fazem"... e fez-se mesmo inúmeros trabalhos! Aqui fica o registo:

S. Martinho no EPP

Mais uma vez, os professores e os formandos da Escola do EPP comemoraram o São Martinho, com jogos tradicionais e magusto. As opiniões dos alunos da oficina de escrita (5º ano) mostram que esta atividade é uma aposta que vale sempre a pena. 

"Eu adorei, porque me fez voltar a sentir criança por um dia. Ficou no meu coração."(José Manuel)

"Deu para passar uma manhã de camaradagem divertida e interativa."(Fábio)

"Achei muito divertido e reparei que os meus colegas também se divertiram muito."(Hugo)

"O dia do magusto deu para desanuviar do stress e foi melhor aproveitar a manhã de sol no campo que ficar na cela."(Francisco)

Magusto 2017 - EB Florbela Espanca

Magusto

Dança

Visita de Estudo

«No poupar está o ganho» é o mote de um dos projetos no qual a nossa turma, 3.ºBGOD, está envolvida, este ano letivo. Trata-se de um projeto que visa a aquisição de conhecimentos na área financeira, com a finalidade de nos consciencializarmos da importância do dinheiro e no desenvolvemento de competências que nos permitam a tomada de decisões corretas e informadas no futuro, contribuindo para que sejamos consumidores mais responsáveis e esclarecidos. A visita ao Museu do Papel Moeda proporcionou uma experiência de aprendizagem ímpar através de uma dinâmica funcional de grande grupo capaz de envolver ativamente os alunos recorrendo à constante interação com a moderadora e o espólio exibido promovendo a mudança de atitudes e a adoção de um comportamento financeiro mais consciente.

Margarida Duarte (professora titular) 

Alunos da EB23 Matosinhos conquistam prémios nacionais de Artes Marciais.

Mais informações, clique aqui ou Portal do Desporto

BANCO ALIMENTAR 

O AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MATOSINHOS CONVIDA TODA A COMUNIDADE ESCOLAR A PARTICIPAR NESTA AÇÃO DE SOLIDARIEDADE QUE VAI DECORRER NOS DIAS 1, 2 E 3 DE DEZEMBRO NO SUPERMERCADO PINGO DOCE DE MATOSINHOS SUL (Brito e Cunha).

"Agradecemos, desde já, a quem queira participar nesta iniciativa.

Onda Rosa na Escola Básica do Godinho

No dia 30 de outubro de 2017, os alunos, os auxiliares de ação educativa e os professores da Escola Básica do Godinho desenvolveram a atividade "Onda Rosa", proposta pela Liga Portuguesa Contra o Cancro - Departamento para a Saúde Núcleo Norte.

Neste dia, os alunos reuniram-se no recreio da escola e com balões, nas mãos, bem levantados construíram um laço gigante cor-de-rosa.

Com esta atividade os participantes alertaram a comunidade educativa para a importância do diagnóstico precoce do cancro da mama.

As crianças levaram para casa um panfleto informativo, para distribuir às três mulheres mais importantes da sua vida.

O Cuquedo - uma história assustadora (mas não muito!) para celebrar o Halloween


Turma 1CBI - Prof. Cidália Covas 

Cheio de diálogos que se repetem e que convidam as crianças a contar a história como se já a conhecessem, "O Cuquedo" (da autora Clara Cunha) é a história de um bicho muito assustador que prega sustos a quem estiver parado no mesmo lugar...

Foi a partir desta história que se falou dos medos, medo de sonhos, medo de pesadelos, medo de alguns animais e medo de personagens que não existem e que só povoam o imaginário... não se deve ter medo do que não se conhece ... deve-se conhecer, dar oportunidade a quem chega, aceitar, ajudar a integrar...

Expressos os medos cada criança fez um Cuquedo macio, simpático, pequenino... enrolou-se lã preta num retângulo de madeira e depois de atar e cortar as pontas apareceu um pompom fofinho no qual se colou olhos, dentes e a indicação do nome da história com a respetiva data - é sempre bom recordar!

Também foi feito o registo da história numa folha dividida em diferentes retângulos para desenhar todos os animais que entram na história.

Assim se vivenciou o Halloween com mais uma história do Projeto "Histórias que se fazem"!

Vera Meireles

Festa da Primavera

Realizou-se, no passado dia 29 de março, na nossa escola, a Festa da primavera.

Esta atividade teve como finalidade mobilizar a participação de toda a comunidade escolar, sensibilizar as crianças para a importância da natureza, fomentar a criatividade e o lazer.

No desfile/concurso participaram alunos de todos os ciclos, docentes e não docentes tendo sido premiados em cada ciclo, os três primeiros. Estes tiveram ainda direito à volta dos vencedores realizada num descapotável vermelho que fez as delícias de grandes e pequenos.

No polivalente esteve patente um lanche convívio.

Mérito de quem aposta na importância da valorização da educação, do entrosamento da escola com a família e pretende aliar o entretenimento à criatividade e o convívio intergeracional, estimulando a criatividade, capacidade de improvisação, valorização da autoestima dos alunos e o espírito de competição sadio.